João Paulo acredita que recursos manterão Lula na campanha


O ex-deputado federal petista joão paulo cunha abordou vários assuntos durante o encontro. cunha elogiou o pré-candidato a deputado estadual pelo podemos Gelso lima, criticou o governo do PSDB no estado de são paulo e disse que o pt deve levar a candidatura de lula até o fim


 

O ex-deputado João Paulo Cunha convidou alguns jornalistas para participar de um bate-papo num reservado café da manhã no Espaço Borborema. Cunha estava acompanhado pelo presidente do diretório do PT Osasco, Aguimarães Caldas e pelo coordenador da Macrorregião da sigla, Valdir Roque.

Gelso Lima
Os diversos temas e assuntos dispensou noventa minutos para falar de política local, estadual e a atual conjuntura política brasileira. Entre as primeiras indagações ao petista o assunto em destaque foi a saída de Gelso de Lima do PT e sua candidatura a deputado estadual. João Paulo afirmou que a saída do PT foi um desejo dele e respeitou e disse não ficar surpreso com a candidatura, mas que não foi comunicado pelo amigo Gelso. Considerou Gelso um dos quadros mais importantes para Osasco: “Tem muita liderança, boa gestão, sabe falar e é um bom articulador. Tomara que tenha sorte nesse novo caminho”.

Rogério Lins
Em tom mais crítico, João Paulo comentou sobre a atual administração de Rogério Lins. Afirmou não ter participado de sua eleição, apesar de Rogério ter escolhido alguns nomes do PT para serem secretários. “Ele exonerou esses escolhidos após algum tempo. Mas o quê mudou? Sua administração melhorou? As pastas substituídas melhoraram após a troca?” Disse, afirmando que infelizmente piorou.
Ataques ao PT e Lula
Reclamou muito sobre uma opressão social sobre as pessoas que declaram apoio ao PT e ao Lula. “É tanta porrada (sic) no PT e no Lula que o cara tem vontade de falar que apoia, mas não fala. São Paulo é um Estado tão esquisito na composição social. A visão que os paulistas têm do nordeste é totalmente equivocada. Eles não conhecem o nordeste brasileiro, estão no passado. Desconhecem que 27% do eleitorado vem de lá.

Alckmin
Sobre a rejeição na candidatura a presidente do ex-governador Geraldo Alckmin, João Paulo afirmou que o PSDB, também é responsável pela bagunça do governo Temer. O PSDB é responsável e está pagando um alto preço por isso. Quanto ao governo paulista, ele disse que eles estão no poder desde 1982. “Estão governando aqui com muita incompetência. O João Doria ganhou a eleição para prefeito da Capital com todo o apoio do Alckmin e Dória, hoje, é uma pedra no sapato dele devido à altíssima rejeição”, afirmou.

Eleição de Lula
“Trabalhamos com a hipótese de Lula ir até o final da campanha; boa parte do PT acha que pode manter Lula candidato, mesmo preso. Ele poderá até participar do programa eleitoral na TV. Isso vai depender de recursos na Justiça. Vamos supor aqui que Lula consiga manter sua candidatura através de liminares. Claro que vamos ter muitos votos nulos, brancos e uma tremenda abstenção. Já, se o Lula apoiar algum candidato, ele pode transferir muitos votos e o eleito sob apoio do Lula terá nele um importante conselheiro mesmo na prisão. Se for outro nome, o eleito, com o alto índice de votos perdidos entre nulos, brancos e abstenção pode tornar esse país ingovernável”, disse.

Eleições 2020
João Paulo falou do empenho em reeleger o deputado federal Valmir Prascidelli e a eleição do ex-prefeito Emidio de Souza para deputado estadual. “Vamos trabalhar muito nestes dois nomes. O resultado repercutirá 2020 quando teremos eleições para prefeito e claro que Emidio é um bom nome por ter no passado um excelente trabalho administrando essa cidade com muitas transformações e que hoje é o segundo PIB do estado de São Paulo”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here