Home / Correio2 / Cinema / Os Smurfs estão de volta

Os Smurfs estão de volta

Quem nasceu na década de 70, 80 OU 90, com certeza já ouviu falar dos smurfs. Criaturinhas mágicas que são apaixonantes. Eles estão de volta, o destaque desta vez vai para a Smurfette que começa a questionar sua existência

Smurfette e seus amigos precisam lutar contra Gargamel

Por Patricia Naresse

Nesta nova aventura dos Smurfs, encontramos Smurfette e seus amigos em uma empolgante e divertida caminhada pela inexplorada Floresta Proibida. Para tentar encontrar uma misteriosa vila perdida, antes que o malvado feiticeiro Gargamel o faça. Eles embarcam em uma jornada cheia de ação, perigo e mistério. Eles seguem o caminho que os levará a descoberta do maior segredo de sua história.
Dirigido por Kelly Asbury, responsável pelo sucesso de “Sherek 2”. A animação conta com grande elenco de dublagem, que tem a cantora Demi Lovato dando voz a personagem principal (Smurfette), e outros nomes de peso, como Julia Roberts e Rainn Wilson. A dublagem brasileira não fica para trás.A atriz Maísa Silva, Ivete Sangalo e Rodrigo Lombardi emprestam suas vozes para os personagens azuis. O filme conta com um orçamento de R$ 60 milhões, o investimento não foi apenas em elenco e direção, o longa é feito completamente em animação, traz personagens carismáticos e um design de produção de encher os olhos.
No desenvolver do filme, Smurfette se depara com o fato de todos os companheiros terem uma função precisa na comunidade. Ela então passa a se questionar qual sua função, o porquê dela ser a única menina dentre os 99 meninos Smurfs, e se coloca em busca de seu verdadeiro “eu”, mal sabendo a grande surpresa que a aguarda. Partindo com seus amigos Desastroso, Robusto e Gênio, eles encontram a Vila Perdida, aonde descobrem grandes respostas, mas também têm a missão de protegê-la de Gargamel.
Os Smurfs e a Vila Perdida tem elementos de uma animação satisfatória, mas peca no humor infantilizado (indicado apenas para crianças pequenas) e a narrativa um pouco confusa ao tentar equilibrar o foco, que por vezes não se sabe se está em Smurfette ou na Busca da Vila Perdida. É um filme bom, mas não se destaca em meio há tantas animações inovadoras.
Com estreia para o dia 6 de Abril, o longa é indicado para geeks e pessoas que cultuam o universo retrô. Também para crianças e adultos nostálgicos da década de 80. Uma forma de matar a saudade e interagir com a nova geração através da cultura pop.

Sobre Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

Para topo
nakai.verdell@mailxu.com