Home / Capa / Críticas ao prefeito Lins é oportunismo eleitoral, diz Piteri

Críticas ao prefeito Lins é oportunismo eleitoral, diz Piteri

Atual vice presidente da fundação casa, O ex-vereador de sasco Cláudio Piteri disse também que poderá disputar uma vaga na assembleia

Cláudio Piteri foi vereador em Osasco por cinco mandatos, nas últimas eleições foi candidato à prefeitura. Agora o político planeja uma candidatura à Assembleia Legislativa como deputado estadual. Cláudio diz que já está conversando com grandes lideranças da cidade e região para que a sua candidatura seja uma realidade. Cláudio é vice-presidente da Fundação Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente (Casa). O local era conhecido por Febem. “Estou vivenciando a cidade ainda mais nos últimos meses e farei ainda mais nos próximos. Vou conversar com os dirigentes do PPS sobre essa candidatura”, comenta Claudio. O postulante à Assembleia Legislativa disse que já foi procurado por alguns vereadores e também que fará uma dobrada com um candidato a deputado federal que deverá surpreender muitas pessoas.
O político diz que com a morte do deputado estadual Celso Giglio, criou-se uma lacuna na política osasquense. “A liderança do Celso era incontestável, o legado dele alguém terá que receber, vamos trabalhar neste aspecto”. Cláudio disse que na política, as pessoas precisam se preocupar com a integridade. “A crise política só vem se ampliando, precisamos de políticos que cumpram a palavra e Osasco precisa de políticos que sejam referência, eu acredito que me encaixo neste perfil, por minha história e a do meu pai Guaçu Piteri (duas vezes prefeito de Osasco)”.
O PSDB, partido do governador Geraldo Alckmin, tem três pré-candidatos a deputado na cidade, dois são declarados a estadual, Lindoso e Didi, o PPS é um dos partidos de sustentação do governo do Estado, ou seja, na cidade o governador teria que dividir seu apoio por três, Cláudio acredita que não seja desse jeito. “Não há divisão, em Osasco cabem dois ou três candidatos tranquilamente, é importante lembrar que eu não cheguei agora nessa relação com o governador.”
Com relação a atual administração criticada por Lindoso (PSDB) e Emídio (PT), o político foi bem categórico. “É muito cedo para se criticar ou para se elogiar, temos que ter prudência. Não podemos desprezar a situação de como o Rogério Lins encontrou a prefeitura no começo do ano. Aliás o Emídio é diretamente responsável por esta situação, como prefeito e como quem indicou o seu sucessor (Jorge Lapas). Nós do PPS estamos colaborando com a administração,pretendemos continuar. Eu acho que esse tipo de oportunismo eleitoral não cabe neste momento, se nós queremos o bem da cidade, vamos tentar colaborar com a administração.”

Sobre Robson Donizete

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

Para topo
brassard.rxd@mailxu.com