Home / Colunistas / Entendendo minha Televisão

Entendendo minha Televisão

 
Sugeri e fui mais ou menos atendido. O “Vídeo Show”, Globo, vai ter um especial. Estilo o finado e bom “Vídeo Show Retrô”. Era apresentado todo final de ano.
Aproveitando, o “Vídeo Show” sempre leva um artista para mostrar os trabalhos dele na Globo. Sugiro o nome da Angélica, a esposa do Huck já fez boas coisas na emissora.
E o que é mais confuso, regulamento de campeonato de futebol ou regras das novas etapas do “The Voice Brasil”, Globo?
Aproveitando…
Depois da etapa de virar ou não a cadeira, eu perco todo o interesse no programa. Uma pena!
Mudando de assunto…
Reportagem na Record citando a Globo… Eu mudo de canal na hora.
Outra coisa que faz eu mudar de canal é apresentador que finge estar emocionado. Coisa bem boba. Odeio também os falsos solidários. Só para citar.
E eu preciso dar parabéns ao jornalista Milton Neves.
O ótimo apresentador defendeu o grande William Waack. Os “perfeitos” de internet não gostaram. Aqueles mesmo que humilham quem erra. Boa sorte sempre ao apresentador da Globo.
Agora é hora da sugestão.
Queria ver o “Pânico”, que está saindo da Band, na Globo. Poderia fazer um programa parecido com o saudoso “Casseta & Planeta”. O que acham?
Aproveitando (mais uma vez)…
E os bobos continuam escrevendo na internet… “Globo Manipuladora”.
Sério mesmo que alguém é influenciado por uma simples emissora de TV?
Falando de “O Outro Lado do Paraíso”, Globo…
Foi só eu pensar, e eu já vi gente falando igual. A novela está ficando parecida com “Avenida Brasil”. O personagem com sede de vingança. E o “problema” é que a Globo incentiva essa “imitação” em suas propagandas da trama.
Não tem nada a ver, mas…
A personagem Maria Elisa (atriz Janaína Lince) de “Bicho do Mato”, Record, também está na reprise de “Celebridade”, Globo. É secretária da Maria Clara Diniz (Malu Mader).
Ainda sobre reprises…
Estamos nos últimos capítulos de “Senhora do Destino”, “Vale a Pena Ver de Novo”, Globo. E já foi ao ar, apesar de que com cortes, uma cena clássica (tivemos outras). Reginaldo (Eduardo Moscovis) tomando uma pedrada e morrendo no meio da rua.
Agora vou sugerir algo forte.
A Record deveria acabar com o “Cidade Alerta”. O programa ainda tem muito a cara do Marcelo Rezende. Não tinha que tirar nenhum profissional, mas ter outro nome e ser um jornal diferente. Simples assim.
Para fechar…
No rádio tem muito, mas na TV quase nada. Programa de futebol com humor. O antigo “Debate Bola”, Record, era muito bom e fazia eu rir. 

Sobre Marcio Torvano

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

Para topo
rombergersofia@mailxu.com