Home / Colunistas / Lance Livre

Lance Livre

Incompetência que cobiça o rival!
Nesta semana iniciamos um novo ciclo dentro do Correio Paulista, tanto na versão impressa, como no portal www.correiopaulista.com. Será um novo espaço, com entrevistas especiais, debates e muita informação. Porém, não será uma coluna dedicada apenas ao futebol, que é a nossa paixão nacional, destacando também outros esportes, abordando inclusive temas relacionados a outras editorias.
Será um espaço democrático! Quero aproveitar a oportunidade, para agradecer o carinho de todos, principalmente pelas inúmeras mensagens recebidas com referência ao trabalho realizado no futebol da Rádio 105 FM. Na coluna de hoje, tem um bate bola, com o meio campista Lucas Lima, principal reforço do Palmeiras na temporada 2018.
Aliás, não é o Corinthians, atual campeão Brasileiro com muita justiça por sinal, o time a ser batido nesse início de ano. O alvo preferido é o Palmeiras, principalmente pelo poder financeiro, é um dos times que mais investiu em reforços na temporada.
Até mesmo em Fair Play financeiro já se falou, o curioso é que na época que a Unimed dominava o Fluminense, contratando quem queria, nunca ouvi essa palavra. Quando o Corinthians e o Flamengo dominaram as verbas da televisão, apos a implosão do clube dos 13, o tal do Fair Play financeiro também nunca foi lembrado.
Ao invés do olhar maldoso em relação ao sucesso financeiro do rival, os demais clubes deveriam olhar primeiro para a incompetência da gestão de cada um. Até porque, todos já tiveram muita chance de crescimento neste aspecto e ficaram parados no tempo.

Superávit de R$ 57 milhões
O Conselho Deliberativo do Palmeiras aprovou por unanimidade na noite da última segunda-feira, 29, o balanço de 2017 que registrou receitas totais de R$ 531 milhões e superávit de R$ 57 milhões e a previsão orçamentária para 2018.
O clube prevê receitas de R$ 477 milhões para esta temporada, com superávit de R$ 33 milhões. Como é praxe, trata-se de um orçamento conservador, a expectativa é de que esses valores sejam superados.

Calote na Caixa?
Nesta semana o amigo, Daniel Batista, do jornal ‘O Estado de São Paulo’, publicou entrevista com Romeu Tuma Júnior, ele se coloca como o único real candidato da oposição na eleição do Corinthians, que ocorre no dia 3 de fevereiro. O que mais chamou atenção foi a declaração forte do postulante ao cargo em relação a dívida que o Corinthians tem com a Caixa Econômica Federal. ‘Se a Caixa não aceitar a condição do Corinthians, vamos dar calote’.

Justas Vaias
O São Paulo obteve uma vitória magra diante do fraquinho Madureira pela Copa do Brasil na quarta-feira, 31. Após o jogo, vaias da torcida. A partida foi bem ruim, aliás, faz tempo que o São Paulo está devendo, o time não encaixou ainda com Dorival Junior, as trapalhadas da diretoria tem transformado o Tricolor em um mero participante de campeonato. O clube gigante de tanta história a cada ano vai perdendo mais espaço.

Última convocação de Tite
Já está marcada a última convocação do professor Tite, antes da lista final para a Copa do Mundo da Rússia. Será no próximo dia 2 de março, às 11h, na sede da CBF. O treinador vai anunciar os jogadores para os amistosos contra Rússia e Alemanha.
Os dois primeiros compromissos da Seleção em 2018 serão realizados no dia 23 de março, em Moscou, e no dia 27, em Berlim. A convocação final está marcada para o mês de maio. Entre a lista definitiva e a estreia no Mundial, no dia 17 de junho, o Brasil ainda pode fazer mais três amistosos preparatórios para a competição: um no Brasil e dois na Europa.

Ana Paula detona atleta trans na Superliga Feminina
A ex-jogadora de vôlei Ana Paula Henkel utilizou as suas redes sociais para criticar a contratação da atleta trans Tiffany na Superliga feminina de Vôlei, pelo time de Bauru. Para ela, por ter a estrutura corporal masculina, fisiologicamente, seria uma concorrência desleal com as adversárias.
“Já aplaudimos o COI e suas políticas em prol do esporte justo e sem trapaças. Agora, mulheres que honraram essas mesmas políticas antidoping por décadas, que passaram limpas por incontáveis testes desde os 16, 17 anos assistem a um homem biológico quebrar seus recordes”,criticou Ana Paula.
O COI pretende discutir o tema novamente após os Jogos Olímpicos de Inverno, que serão disputados em fevereiro. Isso deve ser levado muito a sério. Não pode ocorrer desigualdade física em uma competição de tão alto nível. Todos os atletas devem ter a mesma condição fisiológica para competir.
A próxima partida de Tifanny é nesta sexta-feira, 2,quando o Bauru enfrenta o Osasco de Tandara no Ginásio de Esportes Professor José Liberati, em Presidente Altino.

Sobre Luis Marcelo Bigatto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

Para topo
crook.carissa@mailxu.com