Home / Colunistas / O poder da televisão

O poder da televisão

Por: Paloma Bueno*

Já perdi as contas de quantas vezes escutei a expressão: “Estamos sendo manipulados pela mídia” ou “Não tem nada que preste na televisão” como se fossemos obrigados a consumir um tipo de informação ou entretenimento sem qualquer opção.

Já pensei muito sobre isso e realmente a minha conclusão é que pensar assim é o mais puro comodismo. Quantas vezes reclamamos de um programa, uma emissora ou um telejornal e continuamos assistindo, nem que seja para reclamar depois, na inércia de fazer mais do mesmo e sem pensar que agindo assim, só alimentamos a indústria que produz o que não temos interesse.

Um programa de entretenimento, por exemplo, que tenha uma audiência razoável, por pior que seja seu conteúdo, irá permanecer no ar por anos a fio sem importar o quanto as pessoas reclamem ou não gostem. E, na contramão, um programa sobre cultura, que discuta novas ideias, que acrescente alguma coisa e não tenha o mesmo retorno terá seus dias contados.

Resumindo, acho que temos muito mais responsabilidade nessa história do que gostamos de assumir. Se hoje em dia reclamamos do que vemos na tela da nossa TV a culpa é muito mais nossa do que das emissoras.

O poder da mídia, na verdade, é do tamanho do poder que damos a ela nos acomodando na rotina de sempre consumirmos as mesmas coisas. Pode ter certeza que uma atração que não tenha interesse e audiência, independente da sua qualidade, não permanecerá no ar por muito tempo e isso quem decide é o telespectador diretamente do conforto da sua poltrona. Sim, querido leitor, selecionar o que chega para você é muito mais fácil do que se imagina. Só precisamos criar a consciência que temos um peso enorme na hora de filtrar o que fica e o que sai do ar.

E aí? Antes de nos colocarmos como vítimas, será que não está na hora de termos uma conversa bem franca com os nossos controles remotos?

* Paloma Bueno é publicitária por formação mas trabalha em televisão por paixão.

É viciada em programas de televisão, cinema e livros.

Atualmente é coordenadora de produção na Rede TV!

Sobre Robson Donizete

Para topo