Home / Capa / Osasco é Hexacampeão Paulista de Vôlei em jogo emocionante

Osasco é Hexacampeão Paulista de Vôlei em jogo emocionante

Casa cheia para celebrar uma dinastia. Foi sofrido, mas o Osasco manteve o seu domínio no Campeonato Paulista feminino de vôlei e conquistou o sexto título seguido da competição. Nesta sexta-feira, no seu ginásio, depois de perder o segundo jogo da final por 3 sets a 2 para o Barueri, com parciais de 24/26, 23/25, 25/23, 25/22 e 15/12, e ver sua invencibilidade de 24 jogos como mandante acabar, o time precisou se reerguer para jogar o golden set e desempatar a decisão. Venceu por 25 a 23 e saiu de quadra consagrado por sua torcida.

Desde 2012, o Osasco domina o Campeonato Paulista. Neste ano, a campanha teve três vitórias e três derrotas na primeira fase. No entanto, o time já estava assegurado na semifinal. Então, eliminou Bauru e foi para a decisão contra Barueri. Venceu o primeiro jogo por 3 sets a 0 e perdeu o segundo por 3 sets a 2, antes de ganhar o golden set.

O Osasco começou o jogo como se esperava, dominando o placar, com jogadoras mais tarimbadas. Chegou a fazer 14 a 10. No entanto, depois de um pedido de tempo de Zé Roberto, Barueri reagiu e empatou em 17 a 17. Tandara continuou sendo a válvula de escape de Osasco nos momentos complicados e colocou Osasco novamente com boa vantagem: 21 a 18. Barueri não desistiu. Osasco chegou a liderar por 24 a 23, mas a virada aconteceu, e Fran parou Tandara em um bloqueio para fechar o primeiro set em 26 a 24.

Barueri manteve o bom ritmo do fim do primeiro set e fez 10 a 6. Osasco manteve a concentração e conseguiu se manter próximo do placar até virar o jogo para 19 a 18. O equilíbrio continuou até o fim do segundo set até em uma jogada completamente despretensiosa, Fê Ísis atacou de toque e contou com um erro da defesa adversário para fechar a parcial em 25 a 23 e deixar Barueri com a vantagem de 2 a 0 no placar.

Com as entradas de Fabíola e Ninkovic nas vagas de Carol e Nati Martins na formação inicial do quarto set, o Osasco teve problemas. Barueri chegou a fazer 13 a 8. No entrando, com algumas alternâncias na liderança, Osasco soube aproveitar melhor as situações de contra-ataque para fazer 25 a 22 em uma bola de Ninkovic, empatando o confronto em 2 a 2.

O tie-break começou com Barueri mais ligado. O time abriu 7 a 2 rapidamente diante de uma sequência de erros de Osasco. O desequilíbrio mudou de lado. Tandara conseguiu um ponto de saque, e Osasco reduziu a vantagem para 9 a 7. Zé Roberto pediu tempo e conversou muito com a levantadora Ana. Na sequência, fez a inversão de 5-1 e colocou Sara. Deu certo, e Barueri fez 12 a 9, segurou a reação do rival e fechou em 15 a 12 com um bloqueio de Fê Ísis em Tandara, vencendo o jogo por 3 a 2 e levando a decisão do título para o golden set.

A intensidade do jogo aumentou diante da importância do set. Mari Paraíba chegou a torcer o tornozelo esquerdo, mas não quis saber de sair de quadra, mesmo com lágrimas nos olhos. O Osasco soube aproveitar melhor o momento para abrir 17 a 13. Incapaz de desistir, Barueri correu atrás e chegou ao empate em 23 a 23. Mas Tandara apareceu para decidir e garantir a vitória por 25 a 23 e o sexto título seguido.

Sobre Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

Para topo
garriott@mailxu.com muschett_josphine