Home / Colunistas / Carolina Giacomini / Reveja sua bagagem emocional

Reveja sua bagagem emocional

 

Não raro percebemos que depois de um tempo nossas decisões vão ficando mais difíceis, novas pré-condições são impostas para decidir por isso ou aquilo, o medo de errar parece ficar maior. E quando olhamos para trás, analisando outras importantes decisões que tomamos quando mais jovens, a sensação é de que era mais fácil decidir antes, de que parecia mais leve. E sim, realmente era mais leve. Mas o que de fato era mais leve? As decisões eram menos importantes? Provavelmente não, mais leve era a bagagem que carregávamos.

Imagine que tudo aquilo que vivemos, de bom e de ruim, vai nos gerando uma bagagem emocional. Cada experiência vivida nos gera um sentimento, que vamos um a um guardando em uma mochila. As histórias felizes, nos deixam saudade e gratidão pelo que foi vivido e esses sentimentos ficam guardados, na mesma mochila onde estão nossas mágoas e frustrações , daquele relacionamento que não deu certo, daquele emprego que fracassei, daquele sonho que não realizei. E dessa forma, essa bagagem vai ficando cada vez mais pesada, fica mais difícil caminhar, e a cada momento de dar um novo passo, nos lembramos do quanto é difícil carrega-la. E esse peso muitas vezes nos paralisa.

Mas não podemos pensar que ao invés de desistir do novo passo, eu posso também esvaziar um pouco essa mochila? Será que eu realmente preciso de tudo que está ali? Será que tudo o que um dia guardei, ainda hoje me pertence? A verdade é que em nossa bagagem emocional, muitas vezes guardamos sentimentos que nem nos pertenciam. A culpa por aquela relação que acabou era realmente só minha?

De tempos em tempos precisamos abrir essa mochila e vasculhar o que temos guardado ali, avaliar se o peso que estamos carregando e que deixa tudo tão mais difícil é justo que ainda esteja por lá. Depois dessa limpeza, saberemos que aquela bagagem emocional é realmente nossa, e depois disso só nos cabe carrega-la com carinho, aceitando-a como parte da nossa composição, como resultado da nossa história.

Todos nós temos nossa bagagem, nossa história, nossas experiências boas e ruins, elas fazem parte de nós e não há como mudar! Mas há como rever! Como reavaliar e ressignificar e fazendo dessa forma, haverá muito mais espaço interno em nossa bagagem para que coisas melhores a preencham.

Sobre Carolina Giacomini

Carolina Giacomini é psicóloga formada em 2008 pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Especialista em Psicologia Junguiana pela Pontifícia Universidade Católica (PUC). Para entrar em contato com ela: contato@carolinagiacomini.com.br ou www.facebook.com/psicologiacarolina/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

Para topo
schoeneman-daisey sealander-ernestina