Home / Colunistas / SPFW: mais forte a cada edição

SPFW: mais forte a cada edição

Já aconteceram 4 dezenas de edições em quase 20 anos. E a cada temporada fashion, vê-se um amadurecimento do evento promovido, é claro, por organização e fatores externos muito potentes: explosão de moda nas mídias digitais e consequente aumento de público, consumo e interesse. A moda no Brasil também tem passado por um up. Ao todo serão 38 desfiles, que estão ocorrendo até hoje, 07 de novembro, para celebrar o outono-inverno nacional.
Paulo Borges, que assina o evento, desenhou o mesmo para promover “extensão e conexão, mudança e movimento, linhas essenciais de vida e criatividade”. Debutando vêm: PatBo, linha mais fashion de Patricia Bonaldi, Sacada, direto do Fashion Rio (que pulou essa estação e só volta no verão!), a GIG, grife especializada em tricô, a Apartamento 03, do estilista Luiz Cláudio, e a Llas, vencedora na categoria Moda do Movimento HotSpot. Isso sem falar de Stella McCartney e Donatella Versace, que assinam coleções para C&A e Riachuelo, respectivamente. O mercado brasileiro não pára de atrair gente.

Veja nossa seleção de bons momentos!

TEVE GISELE

01

Homenageada por seus 20 anos de carreira, colecionou fãs pedindo selfies antes de entrar na passarela da Colcci no SPFW, que foi impactante: logo após um vídeo mostrando a top bem novinha, ela entrou sob aplausos! A primeira entrada foi num vestido justo e curtindo todo matelassado. A segunda entrada foi totaljeans e total cool: mostrou até a língua pra plateia!

TEVE EGITO

02

A grife Lolitta da querida Lolita Hannud, caprichou na beleza de suas modelos. Todas de franjas pretas de cabelo natural – um aplique com corte geométrico na altura dos olhos. Foram também de rabo de cavalo baixo e make nude, com acabamento matificado. Nos looks, a geometria minuciosa e a aplicação de piercings nas roupas remeteram à antiguidade. Vestidos midi justíssimos e para poucas.

TEVE PIMENTA

03

Há uma década desfilando no evento, João Pimenta retoma silhuetas mas focando diretamente na criação sob tecidos: dos industriais até os feitos em tear manual. Peças com muita alma e personalidade, do tipo one of a kind – natural, já que o estilista só atende pedidos sob encomenda. Com muitos noivos como clientes, os costumes com diferentes padrões e combinações de cores como o marrom com brilho e o preto, ou mesmo o macacão de alfaiataria usado com blazer são opções para homens irreverentes.

TEVE MISTÉRIO

04

Giuliana Romanno fez seu outono-inverno 2015 noir, cheio de mistério e sensualidade, com fendas e vazados pra nenhum voyeur botar defeito! Muitas modelos de chapéus que cobriam o rosto, dando um ar de mistério, recortes estratégicos nas roupas e acessórios poderosos.

TEVE MINEIRA

05

Pensada sob a ótica da mitologia celta, PatBo traz o midi no meio da canela, modelos que as clientes já celebram, num mix comercial e passarela. É um desfile precioso, com bordados esperados, tweed, lã e até veludo – pesado pro inverno tropical nacional, mas levando em conta que PatBo é cada dia mais internacional, e suas clientes idem. Luxo e orgulho brasileiro.

TEVE VIKING

06

Mulheres guerreiras vikings e gladiadoras inspiraram o outono-inverno 2015 da Tufi Duek por Eduardo Pombal. Muito couro, lã e cristais negros no lugar das tachas, amarrações e botas de cano bem alto. O poder feminino encaixado perfeitamente em um ambiente Game of Thrones, que também se passa na Idade Média, um pouco depois da época dos vikings. Armaduras de alfaiataria, paetês, brilho. Encantada!

TEVE ÉTNICO

07

A Iódice inspirou-se na tribo Wodaabe, da Nigéria. E o étnico aparece refinado estampado em sedas drapeadas misturadas ao jeans escuro, ao lamê de veludo plissado e os muitos crochês pesadões dos casacos glam feitos por detentos de uma penitenciária mineira, portanto, uma dobradinha estampa tribal + crochê artesanal. Uma moda que tem um tanto de confrontadora.
TEVE ROTA DA SEDA

08

O primeiro desfile, da Animale, com a boa estreia da Vitorino Campos como estilista da marca fez um encanto de coleção pensada na Rota da Seda, dos desertos e países da Ásia: com tons terrosos, lãs e, é claro, seda!
TEM BARBIE

09

A boneca completa 55 anos e por isso ganha de presente um espaço só dela na tenda, com suas versões mais icônicas criadas em parceria com grandes nomes da moda. Na foto: da esq. para dir., Christian Louboutin, que imaginou uma Barbie vestida de mulher-gato pronta pra assaltar uma joalheria parisiense; Alexandre Herchcovitch referenciando o New Look; o próprio Christian Dior; uma das 50 bonecas feitas à mão pela estilista sérvia Roksanda Ilincic; e Christian Lacroix. Lindo!

TEVE FOOD TRUCK

10

Não há como negar que os food trucks estão em moda aqui. Não é de se estranhar, então, que eles também estejam presentes no maior evento fashion do País. Se quiser saber mais detalhes, baixe o aplicativo do Guia Food Trucks, que fez uma ótima curadoria.

TEVE SORRISO

11

Comandado pelo competente Joel Reis, o Lounge Colgate Luminous White reuniu fashionistas. Passagem obrigatória já há algumas edições, o espaço virou tradição e é um “oásis” do bem receber no evento. Comidinhas, bom papo e muita gente bonita (sorrindo!) tornam o ambiente ainda mais badalado.

TEVE MANIFESTO

12

Ronaldo Fraga criticou o concreto e a frieza das cidades. Misturou poesia e informação de forma muito adequada. E uma moda que dá vontade de usar. Antes de começar o desfile, entraram cachorro e treinador com o aviso “Animal não é grife. Adote, não compre”. O momento mais bonito do SPFW até agora.

Sobre Erika Gentille

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

Para topo
prevost.ciera@mailxu.com