Home / Colunistas / TDAH – Carta de um aluno ao seu professor

TDAH – Carta de um aluno ao seu professor

TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade)

 

Oi e obrigado por ler a minha carta.
Eu sou o aluno que normalmente não para quieto na carteira, ao que você pede muitas vezes que fique calado. E que, às vezes, quando você explica, entende antes que termine a explicação, mas, se tem que repetir, se aborrece. Às vezes, posso ser muito mal-educado ou explosivo para chamar a atenção. Eu gosto de falar de assuntos que você crê que não são para a minha idade. Você está sempre dizendo aos meus pais que não posso aprender, contudo, se algo me interessa, eu aprendo facilmente, mas, quando tenho suficientes conhecimentos, abandono por desinteresse. Não respondo à autoridade, mas sim ao entendimento e às explicações. Aprendo por imitação, seu exemplo é muito importante. Segundo você, sempre estou rompendo normas e criando umas novas. Sou um gênio “em potencial” que, se me centrasse em algo, seria o melhor…

 

Meus pais me levaram ao médico e disseram que tenho TDA-H, uma coisa chamada Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade, e isso quer dizer que não paro quieto, não posso concentrar-me durante muito tempo, me distraio facilmente e, além do mais sou hiperativo.
O médico queria que eu tomasse Ritalina®. Minha mãe disse que isso nem pensar, que as anfetaminas somente criam drogados. Então, minha mãe pesquisou e faço coisas que coloco minha energia (esporte, artes marciais, Tai-chi, ioga) e ela evita me dar alimentos com açúcar e assim me sinto mais relaxado.
Não gosto que me tratem como uma criança pequena, apesar de que certas coisas eu sei menos, mas isso não significa que não sei, estou em processo. Se tivesse mais tempo para assimilar as coisas, aprenderia de forma diferente.
Se não aprendo de uma forma tradicional… por que me ensina sempre da mesma forma? E se fosse de uma forma mais prática? Estou perguntando sempre por quê? Isso não quer dizer que estou colocando você à prova, somente significa que tenho curiosidade.

 

Se não sabe a resposta, diga. Não tem problema! Só me ajude para que eu encontre a resposta. Gostaria que me incluísse nas decisões que me afetam, não sou simplesmente mais um aluno. Gostaria também que você reconhecesse que sou diferente, não que me classifique como diferente. Quando não posso me concentrar, faça alguma atividade diferente: um jogo, dê uma saidinha… mas não grite comigo.
Sei que, muitas vezes, se desespera em classe, pois simplesmente a ignoro.
Você tem se preocupado em saber o que acontece comigo?
Um abraço com amor
José Manuel

(Esta carta foi escrita por José Manuel Piedrafita Moreno, hoje educador e escritor do livro “Niños Indigo – Educar em la Nueva Vibración) in TDA-H da Teoria à Prática de Clarice Peres – RJ: Wak Editora, 2013.

 

O que é o TDAH?

O Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) é um transtorno neurobiológico, de causas genéticas, que aparece na infância e frequentemente acompanha o indivíduo por toda a sua vida. Ele se caracteriza por sintomas de desatenção, inquietude e impulsividade. O TDAH na infância em geral se associa a dificuldades na escola e no relacionamento com demais crianças, pais e professores. As crianças são tidas como “avoadas”, “vivendo no mundo da lua” e geralmente “estabanadas” e com “bicho carpinteiro” ou “ligados por um motor” (isto é, não param quietas por muito tempo). Os meninos tendem a ter mais sintomas de hiperatividade e impulsividade que as meninas, mas todos são desatentos. Crianças e adolescentes com TDAH podem apresentar mais problemas de comportamento, como por exemplo, dificuldades com regras e limites.

 

Sintomas comuns de desatenção

– Falta de atenção a detalhes e execução de vários erros por descuido;

– Dificuldade de manter a atenção em tarefas ou atividades lúdicas;

– Não escutar quando lhe dirigem a palavra;

– Falta de capacidade de seguir instruções e de terminar deveres e tarefas;

– Dificuldade para organizar tarefas e atividades;

– Hábito de evitar e relutar se envolver em tarefas que exijam esforço mental prolongado;

– Costume de perder objetos necessários às tarefas ou atividades;

– Ser facilmente distraído por estímulos externos;

– Ser esquecido em relação às atividades cotidianas.

Sintomas comuns de hiperatividade e impulsividade

– Mania de remexer ou batucar mãos e pés ou se contorcer na cadeira;

– Não conseguir ficar sentado em sala de aula ou em outras situações nas quais se espera que a pessoa permaneça sentada;

– Correr ou subir nas coisas em situações onde isso é inapropriado;

– Sensação de inquietude;

– Incapacidade de brincar ou se envolver calmamente em atividades de lazer;

– Incapacidade de ficar parado por muito tempo;

– Falar demais;

– Não conseguir aguardar a vez de falar, respondendo uma pergunta antes que seja terminada ou completando a frase dos outros;

– Dificuldade de esperar a sua vez;

– Mania de interromper ou se intrometer em conversas e atividades, tentando assumir o controle do que os outros estão fazendo ou usar coisas dos outros sem pedir.

Em geral, é preciso que a criança apresente seis ou mais desses sintomas por mais de seis meses antes de ser feito o diagnóstico de TDAH. Em adultos ou adolescentes, é preciso apresentar apenas cinco destes sintomas.

Tratamento para Déficit de Atenção

O tratamento precoce do TDAH é fundamental para que a vida daqueles que têm o transtorno seja mais saudável, produtiva e com mais qualidade. Por isso, é imprescindível que os sintomas sejam logo identificados e tratados corretamente.

O apoio dos pais em tudo deve ser um reforço positivo.Os comportamentos negativos relacionados ao Déficit jamais devem ser colocados em foco, e é importante que os pais e cuidadores elogiem e reforcem os comportamentos positivos. O reforço positivo estimula a criança a repetir aquele comportamento.

Portanto, os pais devem aprender a controlar as situações por meio da obediência e autocontrole. Desenvolva sua Inteligência Emocional e saiba como lidar melhor com o transtorno e, na medida do possível, fale com a criança sobre as emoções e como aprender a controlá-las.

Prática de atividade física

O exercício físico é um remédio natural e eficaz para TDAH. Isso porque ele desenvolve as funções do cérebro que controlam a impulsividade e a hiperatividade, além de liberar endorfinas que acalmam o cérebro. Estes compostos de “boas sensações” regulam o humor e o prazer.

A prática de atividades físicas também eleva os níveis de dopamina, noradrenalina e serotonina do sangue. Esses neurotransmissores regulam a capacidade de foco, atenção e os centros de recompensa do cérebro.

Organização e regras

Tenha uma rotina com hora para dormir, acordar, comer e para outras atividades diárias. Livre-se da bagunça, uma vez que a desordem pode contribuir para a sensação de sobrecarga e favorecer a distração. Reduza as coisas jogadas nas mesas e a bagunça espalhada nas prateleiras e pela casa. Designe locais específicos para itens importantes.

Sobre Gilson Biondo

Conselheiro Tutelar e é palestrante em todo Brasil sobre Promoção, Prevenção e Garantia de Direitos na área da Criança e do Adolescente, mas, tem formação como Psicanalista Clinico, Administrador de Empresas, Bacharel em Teologia e é Escritor de 37 livros. No terceiro setor atua como Diretor-Conselheiro voluntário na ACM (Associação Cristã de Moços), como Diretor Social e Cultural voluntário da APFESP (Associação Pró-Família do Estado de São Paulo) e tem um projeto humanitário e evangelístico nos 32 vilarejos mais pobre do Brasil no sertão brasileiro. Para entrar em contato com ele: www.gilsonbiondo.com.br ou www.facebook.com/gilsonbiondo

Um comentário

  1. Se as pessoas tivesse, idéia sobre a importância do esclarecimento sobre o TDAH, muitos sofrimentos poderiam ser poupados, sofrimento dos pais, da criança e principalmente na adolescencia (meu caso do meu filho), a fase mais crítica e crucial para se atravessar, que vem nos trazendo sofrimento e angustias.
    Me emocionei com o depoimento, pura verdade…Obrigada pela matéria!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

Para topo
silmoned@mailxu.com