Home / Colunistas / Tendências Televisivas

Tendências Televisivas

O “Tá No Ar” voltou. O programa global ganhou fama de genial, fantástico e super engraçado. Não é bem assim. Nem todos os quadros são feitos para grandes gargalhadas. E tenho muito medo do programa virar politicamente correto (está tentando).
E o assunto Zeca Camargo/Cristiano Araújo voltou com tudo. Vou repetir o que eu disse na época. O apresentador usou a morte do cantor para fazer um texto brilhante, sensacional, discutindo arte. Um texto que eu queria ter feito.
Na época da morte do cantor, aqui em casa, por exemplo, todos conheciam as músicas dele, mas ninguém sabia qual era o rosto do Cristiano Araújo.
Mais uma mudança de assunto.
Não sou super fã da Ana Maria Braga. Longe disso. Mas gosto quando ela faz entrevistas. O bom e velho bate papo sempre rende. Outro dia mesmo, Miguel Falabella foi o convidado. Bom papo.
Faz tempo que eu não comento sobre minha mãe, ela acha “Malhação”, Globo, muito “moderninha”. Acha muito forte para o horário. E se minha mãe falou, eu acredito.
E só para citar, minha mãe está adorando assistir novelas do SBT. A dona senhora adora uma trama infantil.
Falando mais de novela…
Não acho “Deus Salve o Rei”, Globo, ruim. É bem interessante. Mas precisa ter um pouco mais de agilidade. Ter mais movimentação. Por enquanto, os capítulos se arrastam igual o vestido da mocinha.
Nada mais triste do que jornalista fanático político que não respeita quem pensa diferente. Quanta decepção.
E a cidade de São Paulo completou 464 anos. Cidade que sempre fica linda quando uma novela é ambientada no local. O genial e o melhor, Silvio de Abreu adora mostrar suas tramas na “terra da garoa”. Duas que vem direto na minha mente são “Rainha da Sucata” (1990) e “A Próxima Vítima” (1995). Ótimas.
Mudando de assunto…
Tem coisa mais divertida do que assistir o João Kléber pela manhã? na Rede TV? Genial.
Não sei se já falei, mas não canso de repetir. O meu episódio favorito do “Castelo Rá-Tim-Bum”, TV Cultura, é o que o Nino vai buscar leite no sítio dos pais do Bongô.
Já o “Chaves”, SBT…
Eu gosto de dois episódios. O que o Chaves, a Chiquinha e o Kiko imaginam que estão dentro da casa da Bruxa do 71. E o magnífico episódio do Seu Madruga vendendo balões.
E como eu previa. Começou o “Big Brother Brasil” e começaram “polêmicas” bobas. Os puritanos de última hora surgiram. Um simples programa de TV. E o mais incrível, não sei quem quer aparecer mais, quem está dentro da casa ou quem está fora?
Um dia essa gente vai descobrir que existe um botão de liga/desliga.
Para fechar…
Transmissões esportivas na TV em 2018 continuam mais conversadas. Uma forte tendência.

Sobre Marcio Torvano

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

Para topo
regester@mailxu.com sau.eustolia@mailxu.com