Home / Colunistas / Uma televisão provocante

Uma televisão provocante

Um dia ainda vou entender o preconceito que alguns têm contra quem é famoso e quer se candidatar para algum cargo público.
Falando em preconceito…
Os “intelectuais” do Brasil odeiam quem faz sucesso com o povo. Neste último domingo, Anitta cantou o hino nacional no Grande Prêmio de Fórmula 1 do Brasil. Foi ótima e deixou muita gente com inveja.
Mudando de assunto…
Grandes órgãos de imprensa entrevistaram psicólogos para falar sobre quem tira sarro de quem chega atrasado nas provas do Enem. HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA. Deu vontade de tirar mais sarro ainda.
Esse mundo politicamente correto ainda acaba comigo.
Esqueci de falar mais uma coisinha sobre Fórmula 1.
O Galvão Bueno é muito bom. E se não concorda, vai você narrar uma corrida com voltas e mais voltas.
Uma coisa emocionante?
Quando o Silvio Santos pergunta, o participante não sabe e as moças do auditório quase se matam para responder.
E quem está fazendo falta na televisão (e até no rádio)?
Luciano Faccioli. O gigante merece muito espaço. Imagino o competente apresentador comandando atrações populares no SBT. Seria bem legal.
Outra coisa, acho que o Faccioli combina mais com o rádio do que o competente Datena.
E no último domingo, o “Fantástico”, Globo, teve problemas técnicos e não apresentou alguns gols da rodada do Campeonato Brasileiro. O mais engraçado foi ver “torcedores” criando teoria da conspiração para este fato. Só rindo mesmo.
Depois do William Waack, quem vai ser o perseguido das redes sociais esta semana? Os “perfeitos” vão atacar quem?
Uma questão interessante. Nem toda novela que tem boa audiência é maravilhosa. E vice e versa.
E eu continuo super viciado nas reprises da Record. Assisto sempre a boa “Ribeirão do Tempo” e a ótima “Bicho do Mato”.
Faz uns dias que eu não falo isso…
Artista bom é artista atuando, pois dando opinião política… Jesus!
Um assunto nada a ver, mas…
Gosto de jornalistas econômicos que falam de economia de forma simples e clara. E, lógico, de fácil entendimento pelo povo. 
Para fechar…
Jornalista tem que ter opinião. Tem que ser, até certo ponto, provocativo.
 

Sobre Marcio Torvano

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

Para topo
blicker@mailxu.com winterbottom@mailxu.com