Home / Colunistas / Uma Televisão sempre na tomada

Uma Televisão sempre na tomada

 

E consegui assistir os episódios de “Cidade Proibida” e “Filhos da Pátria”, Globo.  
Já tinha citado que eu gostei muito do modo como os diálogos são apresentados em “Cidade Proibida”. Agora, “Os Filhos da Pátria”…
Um cenário repetido. Já visto em “Liberdade Liberdade” e “Novo Mundo”, Globo. E não gosto de programas que ficam tentando debater política. Mas, apesar disso, são boas séries. “Cidade Proibida” é minha preferida.
Falando das novelas reprisadas da Record…
“Ribeirão do Tempo” demorou para encontrar um caminho. Novela um pouco complexa. Agora parece estar se acertando. E algo bem diferente acontece com “Bicho do Mato”. Novela com todos bons elementos de uma grande novela. Tem mocinho e vilão. Isso já diz muita coisa. Novelão clássico.
Nada a ver, mas…
Alguém já descobriu a idade da Glória Maria?
Aproveitando…
Estou gostando muito dessa temporada do “Globo Repórter”. Bons temas. Poucos ruins. Para quem gosta de jornalismo é um prato cheio.
E sei que você não perguntou, mas se quiser conhecer meu lado fotógrafo acesse o instagram @maciotorva .
Falando daqueles artistas…
De novo vejo artistas dando opinião política. Famoso acha que o povo está sempre com ele. E não é bem assim. Quase nunca é assim.
Indo para o rádio…
A “Jovem Pan AM”, que não é mais a mesma, mandou embora mais alguns grandes profissionais. Triste realidade deste ótimo veículo. E discordo muito quando escuto essa emissora falar em “rádio com imagem”. Rádio sempre será som. Apenas som. Graças a Deus!
Mudando de assunto…
Jornalista esportivo cobra muita coisa de jogador de futebol. Só que o próprio jornalista não pratica o que cobra. Mundo estranho esse.
E eu ainda não assisti, mas o ótimo Danilo Gentili lançou um filme que parece ser muito bom. “Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola” tem cara de “Sessão da Tarde”. Queria muito ver o comediante ganhando o Oscar. Teria chato tentando suicídio. Sem falar que o filme tem o Carlos Villagrán, o eterno Kiko.
Só para falar que ainda estou gostando de “Tempo de Amar”, Globo. Novela que está mostrando uma grande história. O ator principal, novato, Bruno Cabrerizo está melhorando aos poucos. Ainda não consigo avaliar.
Mais uma semana que vejo gente boba xingando televisão na internet. Televisão é quase um eletrodoméstico. Não gostou? É só tirar da tomada.

Sobre Marcio Torvano

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

Para topo
champine.thanh@mailxu.com berdarrxd@mailxu.com