Bomba! Bomba! Bomba!


Uma informação que circula com muita força nos bastidores da política paulista é que o ex-prefeito de Osasco, Francisco Rossi (PR) está bem cotado para ser o vice na chapa do atual governador Márcio França (PSB) na disputa pelo governo de São Paulo.
Nesta semana, França foi questionado em uma feira agropecuária na cidade de Assis, no interior de São Paulo e em um encontro de empresários. O governador fez vários elogios ao ex-prefeito Rossi, principalmente pela atuação na cidade de Osasco e nos bastidores políticos. Ele disse que Rossi seria um bom nome para vice. A amizade entre os dois não é recente. França teria trabalhado na coordenação política na campanha a governador de Francisco Rossi em 1994. No pleito, o republicano foi para o segundo turno e teve quase sete milhões de votos contra o tucano Mário Covas.
A proximidade dos partidos não é impedimento, pois o PR de Francisco Rossi apoia a candidatura de Márcio França. Atualmente o candidato do PSB é terceiro nas pesquisas de intenções de votos, atrás de João Dória (PSDB) e Paulo Skaf (MDB).

Na moita

São dezenas de pré-candidatos a deputados por Osasco e todos já conhecidos da imprensa mas eis que, uma surpresa de última hora surgiu. Seu nome não era cogitado a participar da disputa, pelo menos nestas eleições. Porém ele confirmou que vai tentar sua candidatura a deputado federal. Trata-se de Reginaldo Oliveira de Almeida (PSDB), vereador no sexto mandato e conhecido do osasquense como Didi.

Sem medo de ser feliz
Na Câmara de Osasco há três vereadores do PSDB e por coincidência os três são pré-candidatos a deputado. De Paula e Didi pretendem concorrer à Câmara Federal e Dr. Lindoso à Assembleia Legislativa. Desde já eles se movimentam em busca de dobradas, caso suas candidaturas sejam confirmadas na Convenção Estadual dos Tucanos.

Surpresa
O osasquense Jesse Navarro, jornalista, tarólogo, apresentador do programa “Momento” na Rádio Mundial FM e que possui o canal “Profecias do Momento” no You Tube é a novidade no meio político regional, ao ser apresentado como pré-candidato a deputado federal pelo Partido Verde de Osasco.

Pacotão
A exemplo de Osasco que apresenta algumas dezenas de pré-candidatos a deputado, Carapícuiba também conta com vários, entre outros, com os pré-candidatos a deputado estadual vereador Fabinho Reis (PSD), vice-prefeita Gilmara Gonçalves (PSB), vereador Guto (PV), ex-prefeito Sergio Ribeiro (PT) e ex-vereadora Profª Sônia (Solidariedade) e como pré-candidatos a federal, vereador Flavinho da Ampermag (PRP) e vereador Zé Amiguinho (PDT).

Cara nova

O prefeito Marcos Neves vem revigorando, transformando, melhorando a cidade de Carapicuíba, com importantes obras, ações, projetos e programas, beneficiando e resgatando a cidadania do povo e no seu governo, conta com um importante aliado, o governador de São Paulo, Márcio França, que tem dado uma atenção especial à cidade.

Dança das cadeiras
Em um ano e meio da administração do prefeito Rogério Lins, nove (9) secretários municipais deixaram as pastas pelos mais variados motivos. Algumas secretarias continuam até hoje sem o secretário titular, sendo comandada por adjuntos ou até mesmo por secretário que acumula mais de uma pasta. Para o governo colocar o trem nos trilhos é mais do que necessário a definição dos comandantes.

Casa nova

Na próxima quinta, 26, às 18h30, à Rua Paulo Lício Rizzo, 234, o PSDB de Osasco que tem na presidência o vereador De Paula, promove solenidade de inauguração da nova sede do diretório municipal dos tucanos. O espaço servirá para reuniões partidárias, filiações e eventos políticos. E tem mais, o prédio da sede foi escolhido por sua posição estratégica, isto é, bem pertinho da maior parte do burburinho político da cidade, ou seja, a Câmara de Vereadores

Vale tudo
Nos tempos atuais, assim como devemos tomar cuidado com os “falsos profetas”, também devemos analisar e não entrar na conversa de alguns políticos que se alardeiam como salvadores da pátria. Nesta época que antecede as eleições e mesmo no período eleitoral, alguns políticos prometem até o paraíso, como se isso fosse possível.

Marco Zero
A Câmara de Osasco aprovou e o prefeito Rogério Lins sancionou, projeto de lei complementar 353/2017, propositura apresentada pelo vereador Jair Assaf, determinando o marco zero de Osasco, um monumento geográfico que será fixado no Largo de Osasco, em frente à Estação de Trem. Assim quanto mais próximo do monumento mais baixa será a numeração das casas de uma rua. Com o marco a cidade terá referência geográfica, histórica e iconográfica.

Esqueça
Não perca tempo tentando ajudar quem não faz questão de ser ajudado, pessoa que prefere o aplauso fácil dos que o rodeiam, mesmo sabendo que são baba-ovos, que o aplaudem e não o contrariam em nenhuma circunstância, como se tudo estivesse à mil maravilhas, mesmo cientes de que não é verdade.

Desde 1977
Moradores da proximidade pedem à prefeitura, a instalação de semáforos num verdadeiro entroncamento das vias Maria Quintina dos Santos, Osório Duque Estrada e João Antonio Prado. O local costumeiramente é palco de acidentes. Já são mais de quarenta anos que os pedidos são feitos, mas sem atendimento pelo poder público. Deve ser a logística complicada no entroncamento das vias que impede a instalação semafórica, pois em vias de menor movimento lá estão os semáforos.

Miau
Nesta quinta-feira, uma empresa terceirizada que presta serviços à prefeitura de Osasco promovia no centro de Osasco, especificamente na Antonio Agu, a segunda rua comercial mais movimentada de todo o estado, o corte de fios de energia que abasteciam alguns ambulantes, ou seja, o popular “gato”, em que você usa, mas não paga.

Nota de Esclarecimento

O pré-candidato Ivo Lopes a deputado federal pelo PROS emitiu um comunicado nesta semana sobre uma suposta pesquisa envolvendo o seu nome. O comunicado diz: “Venho comunicar a todos os amigos e a quem possa interessar que no último dia 11 de julho de 2018, a pesquisa divulgada em redes sociais e via WhatsApp não é do meu conhecimento e nem da minha assessoria. Eu não autorizei utilizar meu nome para quaisquer tipo de pesquisa.  Sendo assim nada mais. Ivo Lopes”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here