Bussab em evidência

Mesmo sem a presença do líder maior do PSL, deputado Jair Bolsonaro, a inauguração do novo diretório da sigla em Osasco foi muito prestigiada. Autoridades maiores estiveram presentes como o pré-candidato a senador; o deputado Major Olímpio e outros. Já o empresário Alexandre Bussab, foi outro grande destaque por estar ali assumindo a presidência do diretório regional. No descerramento da placa ele foi saudado por diversos membros partidários de diversas cidades do estado. “Nós do PSL assumimos essa missão com o sentimento de responsabilidade. Como pessoas do bem, estamos nos unindo e vamos trabalhar para acabar com a corrupção e reverter os recursos nas áreas de Segurança, Saúde e Educação”, enfatizou Bussab que não deixou de agradecer a todos os presentes. “Agradeço o Major Olímpio, Coronel Castro, Coronel Tadeu, correligionários, amigos e a minha família pela presença e ao nosso grande inspirador, Jair Bolsonaro, que esteve presente em nossos discursos e, em uma só voz, ressaltamos a sua integridade, respeito e amor pelo Brasil. A cidade de Osasco e região agora será tratada com o respeito que merece, vamos fazer o que deve ser feito”.

 

Edifício Celso Giglio 

Essa semana relembramos um fato muito triste ocorrido no dia 11 de julho de 2017. O falecimento do deputado Dr. Celso Giglio ainda nos faz repensar sobre sua ida e seu grande legado deixado em Osasco, região e muitas cidades do estado de São Paulo. Por anos, o ex-médico do Samdu, nos anos 70, liderou grande parte da massa popular de nossa cidade, o que o tornou prefeito por duas oportunidades e deputado federal e também estadual até sua morte. Uma homenagem originada pelo presidente da Câmara de Osasco, o também médico Dr. Elissandro Lindoso e que foi foi aprovada por seus pares destina ao novo prédio do Legislativo na Avenida dos Autonomistas o nome de Celso Antonio Giglio. Uma justa proposta, pois foi na Câmara Municipal seu inicio político com votação expressiva para vereador em 1989, qual foi eleito o presidente da Câmara e que ficou apenas dois anos para tomar posse na Assembleia Legislativa em 1.991 e por mais dois anos se eleger prefeito da cidade, tomando posse em 1993; uma carreira meteórica que teve fim ano passado.

 

ACEO de cara nova 

A ACEO-Associação Comercial e Empresarial de Osasco tem novo presidente desde 4 de julho. Trata-se do contabilista e ex-presidente do Lions Clube Amir Gomes. Por alguns anos esteve à frente da entidade André Menezes. E sob seu comando, algumas mudanças foram efetuadas no estatuto como final do mandato na presidência; antes apenas dois períodos e passou a três anos – dando direito a nove anos no poder. Menos transparência das ações financeiras e outras situações, ajudou a prejudicar ainda mais o mandato. Uma situação insustentável, com o aumento da dívida financeira, não restou outra saída a André Menezes,que por pressão da diretoria acabou renunciando ao cargo. E essa semana uma coletiva com jornalistas serviu para esclarecer alguns pontos como o mandato tampão de Amir Gomes, a volta ao antigo estatuto e nova eleição em junho de 2019. Dentre as primeiras ações, o enxugamento do setor administrativo em 60%. A meta agora é voltar ao projeto de associar empresários e aos poucos tentar chegar o mais próximo do que era antes no auge da entidade.

 

De olho na Assembleia Legislativa 

O vereador Elissandro Lindoso, presidente da Câmara de Vereadores de Osasco está confiante em recuperar ao partido; o PSDB, boa parte dos votos do grande patrimônio do deputado estadual Celso Giglio. Pré-candidato a deputado estadual pelo PSDB, o médico cirurgião oftalmo é visto como um homem de bom trânsito nas diversas instâncias do partido. Doutor Lindoso, como é conhecido, já tem a legenda garantida como para unir a sigla em Osasco e região e já tem a dobrada “puro sangue” garantida com a deputada federal Bruna Furlan. “As coisas aconteceram naturalmente, temos uma imensa responsabilidade sobre nossos ombros e eu nunca fui homem de fugir das responsabilidades seja na vida pessoal, na carreira de médico e de político”, declara ele. Segundo o vereador, o trabalho em silêncio sempre foi um critério para grandes decisões. “É preciso ouvir as pessoas, construir uniões, desenvolver um bom diálogo e sempre, sob a inspiração de Deus, colocar o bem comum como um valor maior”,destacou.

 

Importante debate 

Será realizado na ACEO – Associação Comercial e Empresarial de Osasco, na próxima quarta-feira, 18, às 19:00, na Avenida Dionysia Alves Barreto, 701, um debate sobre Segurança Pública que contará com as seguintes autoridades: Comandante do CPA/M-8, Coronel Ricardo Tahara, comandante do 36º BPM/M, Ten. Cel. Marcos Vitiello, delegado titular do 7º Distrito Policial de Osasco, Dr. Paulo Sérgio Maluf, Ouvidor das Polícias de São Paulo, Dr. Benedito Mariano, Inspetor Rildo, Guarda Civil Municipal de Osasco e o Presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB Osasco, Dr. Alexandre Volpiani Carnelós. Esse encontro está sendo organizado pelo ex-secretário de Governo de Osasco Gelso Lima. “Temos pesquisas que apontam que depois da Saúde, a Segurança Pública é o principal problema”, justificou Gelso que é pré-candidato a deputado estadual pelo Podemos.

 

Parceria na “Guerra dos Canudos”  

O deputado estadual de Cotia Marcio Camargo (PSDB) é coautor do projeto de lei 118/2018 que obriga os estabelecimentos comerciais utilizarem canudos biodegradáveis dentro do Estado de São Paulo. O Projeto de Lei, é de outro deputado da região, o também estadual Gil Lancaster (Barueri) e prevê que os estabelecimentos que descumprirem a lei estão sujeitos à multa de 500 UFESP (Unidade Fiscal do Estado de São Paulo), que será aplicada em dobro em caso de reincidência. “Os canudos de plástico são um problema sério para o meio ambiente. Em geral, a vida útil de um canudinho é de apenas 4 minutos, mas ele fica no meio ambiente por centenas de anos. Existem vários modelos de canudos que substituem facilmente o canudo de plástico. O produto pode ser fabricado em papel, silicone, vidro e metal, sendo alternativas com menos impacto ao meio ambiente”, afirmou o deputado Marcio Camargo.

 

De sala em sala

O Legislativo de Osasco vem passando por sérios problemas desde o escândalo ao final de 2016 com pedido de prisão para 16 vereadores. E poucos sabem que há 90 dias dois auditores do TCE – Tribunal de Contas do Estado de São Paulo vêm fazendo levantamentos em todas as documentações da Casa. Ocorre que na quarta-feira, dia 3, todos os servidores foram pegos de surpresa com a checagem da presença desses, sala por sala. O principal problema das prisões em 2016 foi justamente as graves denuncias de servidores fantasmas, o que gerou um enorme processo que deve finalizar até agosto pela justiça. “Todos os levantamentos de presenças estavam corretos, e os ausentes tinham deixado justificativas de serviço externo assinado pela chefia”, comentou um responsável pela administração .

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here