Classificação com boa atuação

O Brasil fez um bom primeiro tempo contra a Sérvia e mereceu sair em vantagem para o intervalo. O time soube dosar o ritmo no tempo certo, manteve posse de bola e deu poucas chances para o contra-ataque da Sérvia. Neymar fez bom primeiro tempo, movimentou, tabelou e procurou o jogo, como sempre faz, se tem uma coisa que não dá para reclamar de Neymar é sobre sua presença nos jogos, sempre se apresenta, mesmo quando não está bem. Importante lembrar que Neymar voltou depois de 3 meses de inatividade, vai recuperar aos poucos o ritmo de jogo.

Coutinho merece grande destaque. O jogador do Barcelona está bem adaptado ao meio-campo, sofre um pouco na disputa física, mas é um grande diferencial técnico, deu grande passe para o gol de Paulinho, aproveitando a especialidade de seu companheiro de clube.

O início do segundo tempo não foi bom. O Brasil permitiu que a Sérvia se aproximasse muito da área brasileira e o adversário levou perigo nas bolas aéreas. Tite tirou Paulinho e colocou Fernandinho para tentar recuperar o controle do jogo e conseguiu.

O gol de Thiago Silva veio no momento certo. Com a vantagem de dois gols, tirou todo o entusiasmo da Sérvia e acabou com qualquer risco de eliminação.

O México é um adversário que se arrisca. Teoricamente, o Brasil pode aproveitar os espaços, mas em compensação será incomodado o tempo inteiro. O time que ataca, incomoda, obriga a manter a concentração durante o jogo todo.

O Brasil chega como favorito pela qualidade individual e também pelo estilo das equipes, espero um jogo bom de assistir e com oportunidades para os dois lados e o Brasil precisa de menos chances que o México para marcar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here