Coisas, coisinhas e coisonas da nossa televisão

Leio algo na internet que eu já tinha percebido aqui em casa. E já tinha mais ou menos dito nesta coluna. “As Aventuras de Poliana”, novela do SBT, agrada mais adulto do que criança. Minha mãe de 74 anos adora, meu sobrinho de 12 odeia. Sem falar que eu com 40 também gosto (será que sou velho ou criança?).
Aproveitando…
Uma atriz que está em “As Aventuras de Poliana” que eu gosto muito é Clarice Abujamra. É ótima e discreta. E tem um bom DNA, é sobrinha do inesquecível Antônio Abujamra.
E não tem nada a ver, mas…
Estou neste momento assistindo no YouTube clipes da novela Carrossel, SBT (versão brasileira). Eram ótimas canções. Bateu até uma saudade da professora Helena, Cirilo e Maria Joaquina. Grande novela.
Mudando de assunto…
Sei que muita gente adora, mas não consigo assistir todo e qualquer programa que fale de vídeo game. Acho bem chato. Perdão se estou ofendendo alguém.
Falando de novela…
E quem entrou em “Orgulho e Paixão”, Globo, foi Natália do Vale. Mais uma grande atriz e muito linda. O tempo só deixa mais bela e formosa.
Estou gostando muito do modo como a Globo está tratando o “Vale a Pena Ver de Novo”, “Belíssima”. Grande novela sempre merece destaque. Mesmo sendo uma reprise.
Falando de Copa do Mundo…
Assisti a reportagem mais incrível e original dessa Copa. O “RedeTV News”, Rede TV, mostrou uma família que todos os integrantes da casa têm seis dedos. Sensacional. Quem sugeriu essa reportagem merece um prêmio e um aumento salarial (apesar que me avisaram que um portal de internet já tinha falado de tal assunto).
Fico feliz quando vejo reportagens diferentes. O dia inteiro o mesmo é bem irritante.
E “Copa do Mundo” faz eu treinar meu lado frio e calculista na hora de fazer jornalismo.
Interessante também é ver como alguns assuntos somem e nem são comentados em época de Copa. Estes dias mesmo, o pai de Michael Jackson, Joe Jackson, morreu. Quase não foi falado. Mundo estranho.
E continuo não gostando de jornalismo que puxa o saco de alguma coisa ou de alguém.
Uma dúvida que eu tenho é…
Briga de casal, famoso ou não, com violência ou não, é notícia?
E só para lembrar, eu não sou polêmico, apenas levanto bons temas para debate. Agradeço sua compreensão.
Para fechar…
Agora temos especialistas em analisar quantas vezes uma entrevistada foi interrompida em um programa de televisão. Uma das coisas mais bobas já existentes no nosso planeta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here