como Lidar com Adolescente Respondão? parte 4

Tente prever períodos problemáticos. Identifique as situações que pareçam atrair os piores comportamentos de seu filho. Ele pode ficar irritado logo após a aula, mas calmo após comer ou dormir. O comportamento malcriado pode surgir quando seu filho tem muita lição de casa para fazer ou após uma briga com um colega. Fique atento às situações que desencadeiem comportamentos ruins para ajudar a combater o estresse ou se afastar um pouco. Esforce-se para facilitar a vida de seu filho: tenha alguns lanches prontos esperando ele após a aula, ajude-o com a lição de casa, etc.
Mude sua perspectiva quanto ao comportamento. O mau comportamento deixa qualquer pessoa nervosa e frustrada, mas tudo ficará mais fácil caso você tente ver a situação da perspectiva do adolescente. Lembre-se de sua própria adolescência: você provavelmente também disse coisas ruins para seus pais. Algumas coisas para se ter em mente quanto ao ponto de vista de um adolescente:
O egocentrismo, a crença de que nossa interpretação da situação é a única correta, faz parte do desenvolvimento cognitivo normal. O cérebro do adolescente está desenvolvendo a capacidade de ver as coisas além do egocentrismo, mas o processo ainda não está terminado. Por exemplo, uma criança de três anos pode ficar na frente de uma televisão e não compreender como isso atrapalha os outros de assistir também. Os adolescentes já são mais desenvolvidos, mas ainda há muito para aprender. O cérebro de um adolescente se desenvolve de modo a permitir que percebam a abstração de um modo diferente pela primeira vez. As injustiças aparecem de todos os lados, mas sem a sabedoria que vem com a experiência de vida ou a habilidade cognitiva de compreender as repercussões lógicas do pensamento abstrato. Por conta disso, os adolescentes costumam ficar nervosos por coisas que parecem insignificantes para a perspectiva de um adulto. Lembre-se de que o cérebro deles ainda está desenvolvendo funções cognitivas importantes que permitirão que eles vejam as coisas como você vê hoje.
Os adolescentes podem magoar os outros com palavras por não pensarem muito nas consequências. É sua responsabilidade como pai demonstrar as consequências da grosseria. Mantenha a calma e evite explosões irracionais e agressivas. Lembre-se de que os sarcasmos dos adolescentes normalmente é fruto dos hormônios. Não leve tudo o que dizem a sério.
Por fim, tire mais tempo para atividades diferenciadas com seus filhos, brinque, deixe o celular em segundo plano, assista filmes ou desenhos educativos com eles, pergunte o que seu filho deseja fazer, deixando que ele faça parte das decisões que lhe cabem, crie um ambiente de cooperação em sua casa ouvindo mais, busquem juntos estratégias para a resolução de problemas, aprenda a dizer NÃO, mas, explique o porquê do não!
E aproveite intensamente cada momento com eles, pois esses serão eternos!
A “Série Pais de Adolescente” tem o objetivo de abranger tanto quanto puder a mente, o comportamento e as armadilhas que de rodeiam a vida da criança e do adolescente. Trabalharemos nestes próximos artigos a sequência sobre o tema “Agressividade” tendo em vista a necessidade de como identificar e até mesmo como lidar com situações referente ao assunto… não deixe de ler os outros artigos desta série nas Colunas do Jornal Correio Paulista com o colunista Gilson Biondo e também no site www.gilsonbiondo.com.br ou assistir os diversos vídeos no YouTube Escola de Pais – Gilson Biondo.
Vamos juntos aprender a educar e a amar os nossos filhos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here