Em Off

Operação Fantasma 

O Fórum de Osasco foi surpreendido com a presença de boa parte de vereadores e ex-vereadores de Osasco, na quarta-feira última. É que a juíza, Ana Paula Achoa Mezher da 2ª Vara Criminal, que cuida do caso que foi denominado em 2016 como “Operação Fantasma”, ouviu a única testemunha de acusação e solicitou a presença de vereadores que estão no processo. O depoimento da testemunha; uma mulher, foi feito sem que os interessados pudessem assistir. Com isso, eles ficaram na sala de espera com os advogados à procura de novidades que pudesse amenizar a defesa. Lembrar que no final de 2016, 14 vereadores foram objeto de pedido de prisão, de acordo com o Ministério Público. Desses, doze foram presos e após 27 dias tiveram a liberdade através de um habeas corpus pelo TJSP. Há muita expectativa que esse processo chegue à fase final ainda este ano.

Datas definidas

Os depoimentos dos envolvidos já foram definidos e começa ainda esse mês. Na lista abaixo, apenas Andrea Capriotti não consta, fato do processo estar em segredo de justiça: Rogério Silva 28 de maio, Karen Gaspar; 11 de junho, André Sacco; 20 de junho, De Paula; 25 de junho, Valdomiro Ventura; 29 de junho, Josias Nascimento; 06 de julho, Jair Assaf; 27 de julho, João Góis; 01 de agosto, Toniolo; 27 de agosto, Batista Comunidade; 31 de agosto, Alex Academia; 5 de setembro e Maluco Beleza; 12 de setembro. Já Rogério Lins, pelo fato de ser prefeito, seu processo corre em separado no Tribunal de Justiça de São Paulo. Caso o Supremo acabe com o foro especial, é provável que esse processo retorne a Osasco.

 

Dória em Barueri 

O ex-prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB) estará em Barueri nesta sexta-feira na Câmara Municipal. Ele está em pré-candidatura e a cidade será a primeira da região Oeste a recebê-lo, dando o pontapé inicial de sua campanha ao governo de São Paulo, aqui nas cidades circunvizinhas. Em Barueri, Doria será recepcionado pelo prefeito Rubens Furlan e a filha Bruna; deputada federal. O evento também deve servir para enfatizar os apoios dos tucanos na corrida pela Assembleia Legislativa e para a Câmara dos Deputados. Em Osasco, três tucanos despontam pelo partido: Elissandro Lindoso para estadual e para federal De Paula e Didi Oliveira. Em Barueri, a deputada Bruna Furlan tenta a reeleição e deve dobrar com muitos estaduais na região.

 

Convite

O diretório Municipal do Podemos Osasco irá realizar, na terça-feira, 8 a partir das 19 horas, um evento onde serão apresentados os canais da web da pré-campanha do ex-secretário Gelso de Lima. Ele vai sair candidato a deputado estadual e no evento, que ocorrerá no auditório do Hotel Best Western, Gelso concederá entrevista aos jornalistas presentes. O Best Western está localizado na Avenida Dionysia Alves Barreto, 500 no Centro de Osasco. A apresentação está aberta ao público.

 

Assembleia vai reduzir assessores  

Depois de muitos municípios paulistas entrarem na linha com referência ao excesso de assessores, agora chegou a vez da Assembleia Legislativa. Por lá, deputados estaduais contam com até 30 funcionários para cuidar do gabinete e realizar os serviços dos parlamentares. Agora o Ministério Público de São Paulo apresentou uma Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade) e pede que os postos sejam ocupados por servidores concursados, assim como aconteceu as principais câmaras municipais. Como exemplo, aqui na região temos Osasco, Barueri, Carapicuíba e Itapevi. Entre os deputados que devem buscar a reeleição e fazer campanha na região oeste da Grande São Paulo, há uma média de 25 assessores por gabinete. O que mais possui colaboradores é Gilmaci Santos (PRB), com 29, seguido de Marco Vinholi (PSDB), com 28. Gil Lancaster (PSB) e João Caramez (PSB), 25 cada. Coube ao procurador-geral de Justiça em exercício, Walter Paulo Sabella a requisição de uma Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade). Ele questiona a nomeação de cargos divididos como assessor parlamentar I, II, III, IV e V, que são escolhidos pelos parlamentares.

 

Delegado pede pra sair 

Se dizendo cansado e afirmando já ter cumprido sua parte com o município, o responsável pela pasta Secontru de Osasco, Valdeci Magnadelo, já avisou ao prefeito Rogério Lins, que assim que retornar das merecidas férias, estará fora da administração. Ele é secretário desde março de 2017 e seu trabalho sempre variou entre elogios e críticas. Com isso o prefeito terá tempo suficiente para escolher o substituto. Vários nomes aparecem na lista como a transferência de Lau Alencar (Trabalho) para aquela pasta. Idem para Osvaldo Verginio (Trânsito). Mas o nome que vem crescendo muito é do ex-comandante do 14º BPM, Coronel PM Virgolino. Atualmente ele cuida da segurança em Barueri, é de Osasco e conhece muito bem a cidade, além de ter bom relacionamento com outras forças de segurança como a Polícia Civil e Guarda Municipal.
Quem está respondendo pela Secontru (Secretaria de Controle Urbano) e ra GM é Adilson Custódio Moreira; secretário-adjunto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here