Estudando minha televisão

Uma novela que eu gostei (e que minha avó amava) era “História de Amor” (1995/1996). E com um ótimo casal de protagonistas, José Mayer e Regina Duarte.
Falando nisso…
O povo mostrou mais uma vez que gosta de artista fazendo arte. Apenas fazendo arte. Simples assim.
Um assunto nada a ver, mas…
Parabéns para você que não tenta de nenhuma forma influenciar os outros. Cada um faz o que bem entender.
Voltando para televisão…
Mais um texto meu foi interpretado em “A Praça é Nossa”. Assim que o SBT colocar no site, eu coloco o link por aqui. Muito orgulho.
E enquanto o mundo se matava por causa de política…
Minha mãe se divertia assistindo o “Minha Mulher Quem Manda” no programa da Eliana no SBT. Ela gosta muito.
Falando ainda sobre SBT…
No último domingo, o quadro do “Jogo das Três Pistas” do Silvio Santos foi com o Raul Gil contra o Carlos Alberto de Nóbrega. Sensacional.
E ainda sobre Silvio Santos…
Até brincadeira de “Senta e Levanta” com moças do auditório, o Patrão faz ficar legal. Um gênio.
E domingo sem “Ding Dong”, “Domingão do Faustão” não tem graça.
E voltando para eleições…
Gostei da dupla, Willian Bonner e Renata Loprete. Calmos e explicando tudo com muita clareza. Estão aprovados.
Já no rádio, eu gostei muito da cobertura da Rádio Bandeirantes de São Paulo. Também bastante tranquila e muito informativa.
Mudando de assunto…
Descobriram semana passada que televisão costuma gravar coisas antes do fato acontecer. Que fase!
Para sua tristeza, aquele artista que já está velho ou muito doente, pode ter certeza que todo material da morte dele já está pronto.
Voltando para minha mãe e para o programa Silvio Santos…
A dona senhora não aguenta mais o Bezerra da Silva cantando entre os quadros. Ela reclama todo domingo.
Para fechar…
Estou adorando Sônia Abrão X Família Faustão.
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here