Gabriela Garcia: a menina prodígio do ballet de Barueri

Desde pequena a Gabriela Garcia sempre gostou de competir, aos quatro anos já participava de corridas infantis realizadas em Barueri. Por duas vezes ficou em primeiro lugar. Já fez cursos de teatro, passarela, aos 8 anos, participou do concurso “Miss Osasco” e recebeu o prêmio de Miss Simpatia.
Paralelo a isso, aos dois anos Gabi começou a dar seus primeiros passos no ballet, aos cinco sua mãe Simone Garcia descobriu que a prefeitura de Barueri oferecia cursos livres e gratuitos, entre eles, o de ballet.
Em 2017, o que era um simples passatempo ficou sério pois a jovem participou de uma seletiva do Núcleo de Dança da cidade e foi aprovada.
Ela começou a participar de vários festivais de danças. Sempre representou a cidade de Barueri. O grupo que ela pertence é formado por alunas entre 10 e 12 anos. A primeira competição oficial foi Etoile Festival de Dança, elas subiram no lugar mais alto do pódio.
Para chegar neste estágio, a rotina de treinos não é fácil. Ela tem aula todos os dias.
Gabriela é fã do ballet cubano e um de seus sonhos é se apresentar em Cuba ou em Paris. Enquanto isso não acontece, um outro já vai ser realizado. O seu grupo vai se apresentar em um dos maiores e melhores festivais de dança da América Latina, o de Joinville em Santa Catarina.
A seleção para o festival é bem rígida, primeiro gravam um vídeo e mandam para aprovação, dessa vez foram aprovadas para o Palco Aberto, que é na verdade apenas uma apresentação.
Para a mãe Simone Garcia, quando Gabi foi aprovada para entrar no núcleo foi uma alegria imensa. “Nas competições, o coração sai pela boca, o medo dela errar é gigante e a torcida para que todas se saiam bem é muito grande”, comenta a mãe orgulhosa.
Mesmo com tanta correria, Gabi mantém suas notas dos boletins sempre altas e se dedica muito pra conseguir sempre conciliar o estudo e o curso de dança.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here