Gelso Lima assume candidatura

Um evento nessa semana, reuniu grande parte da imprensa regional, líderes sindicais, secretários municipais, vereadores, entre outras autoridades e representantes de 12 partidos que já manifestaram apoio à pré-candidatura do ex-secretário de governo Gelso Lima (Podemos). O encontro na terça-feira, 8, aconteceu no Best Western Hotel. Gelso usou pouco o microfone para fazer a abertura. Achou melhor disponibilizar tempo maior às perguntas dos jornalistas. Consciente das dificuldades que enfrentará na campanha, Gelso afirmou estar otimista apesar do pouco prazo para a campanha. “São apenas 45 dias sem direito a diversas modalidades de divulgação; restaram-nos, com isso, apenas o corpo-a-corpo, reuniões e um veículo de som para as carreatas”, disse referindo-se à Lei Eleitoral.

 

E com apoio de Rogério Lins 

Intitulada como a Plataforma de Mídia, a partir de agora, todos os compromissos e atividades desta fase de pré-campanha poderão ser acompanhados pelo Facebook, Instagram, YouTube, Flickr, pelo site (gelsolima.com.br) e blog. Para o prefeito de Osasco Rogério Lins (Podemos) a contribuição dele na campanha não foi modesta. “Foi muito significativa. Talvez, se ele não estivesse na minha coordenação, eu não seria o prefeito de Osasco”, disse Rogério referindo-se ao pré-candidato. “Quero agradecer muito a ele. Eu discuti com o Gelso a possibilidade de ele ocupar um outro espaço no governo, indo para a secretaria da Saúde, mas entendo que é o momento de buscar essa nova etapa em sua carreira”.

 

Ensinamento do PT 

Perguntado sobre as perspectivas em relação ao resultado da eleição, já que ele não é um nome conhecido fora dos bastidores da política, Gelso esclareceu que nunca quis disputar uma eleição como candidato, mas que sua trajetória de 30 anos o colocou neste caminho. “Estou tentando ter a tranquilidade necessária para enfrentar o desafio, discutindo com as pessoas da forma mais verdadeira, sem responder a provocações, e aprendendo no dia a dia como é encarar uma pré-campanha agora como pré-candidato. Tenho viajado muito, observado como a política é feita em outras cidades, e vejo que a dinâmica é muito diferente de Osasco. Tudo é um aprendizado”, disse. Sobre seu ex-partido afirmou: “Minha história no PT não me envergonha, pelo contrário, tenho orgulho dela. Se fui secretário em pastas tão importantes durante esses anos, é porque minha origem me credenciou a passar por esses postos e chegar onde estou hoje”.

 

Homenagem ao dia 

A Câmara Municipal de Osasco promoveu, durante a sessão ordinária, uma homenagem ao Dia do Médico Oftalmologista. A moção de aplauso de nº 200/2018, de autoria do vereador, Presidente da Casa Legislativa osasquense, Dr. Elissandro Lindoso (PSDB), homenageia os profissionais desta categoria. O Dia do Oftalmologista é celebrado no dia 7 de maio, desde 1930, data criada pela Associação de Oftalmologia de São Paulo, mas foi em 1968 que ela foi oficializada através da lei do deputado estadual e também médico oftalmologista, Antônio Salim Curiati, Elissandro Lindoso, que exerce a profissão de médico oftalmologista há 16 anos, falou da importância do trabalho realizado por profissionais dessa especialidade médica. “É uma alegria poder reverter um caso de cegueira a pacientes com deficiência visual, restabelecendo a visão deles”. A secretária Layna Vitória, em nome de toda a equipe de Lindoso, lhe entregou uma placa em homenagem ao Dia do Oftalmologista.

 

Boa notícia

O prefeito de Osasco, Rogério Lins, reuniu-se com mães da EMEE (Escola Municipal de Educação Especial) Dr. Edmundo Campanhã Burjato na sexta-feira, 4, no Paço Municipal. Lins tirou algumas dúvidas das mães, além de informá-las sobre a contratação de uma organização social especializada no atendimento e gerenciamento da escola. Para que possa efetuar a contratação, a administração pública depende de esclarecimentos das mães, além de término do estudo que definirá os parâmetros da contratação. “As mudanças são necessárias, pois a escola está há anos sem reparos. Com a nova administração, será possível realizar obras prioritárias no telhado e pintura, por exemplo. Além disso, a empresa ficará responsável em contratar pessoas com qualificações adequadas para atender as necessidades de seus filhos”, explicou. Esse grupo de mães esteve no Fala a Verdade da TV Osasco. Lins assistiu ao programa e mandou chamá-las.

 

Mais agilidade 

O vereador Fabião (PC do B) apresentou uma indicação na terça-feira, 8, propondo um estudo para a construção de uma linha de BRT (ônibus de trânsito rápido, na sigla em inglês) ligando o bairro de Alphaville ao Centro de Barueri. De acordo com o parlamentar, o modal ajudaria a tornar o transporte público mais eficiente, já que sua capacidade de passageiros é superior à dos ônibus, além de trafegar em velocidade superior em comparação aos automóveis. “Há precedentes no país sobre os benefícios da implantação do sistema BRT, e seu custo é inferior quando comparado com outros métodos de transporte de massa em via sem obstrução, como metrô, trem ou monotrilho”, justificou Fabião.

 

Irmãos candidatos  

Em seu segundo mandato como vereador de Osasco, De Paula, que também exerce a função de presidente do PSDB na cidade, vê com bons olhos a candidatura de seu irmão Lourivaldo Leite no seu estado Piauí. “Vai ser um prazer disputar a eleição ao lado do meu irmão, ele pelo Piauí e eu por São Paulo. Tenho certeza que poderemos fazer um grande trabalho na Câmara dos Deputados. Lourivaldo tem se mostrado uma pessoa muito capacitada, com poder de articulação muito grande e com vontade de trabalhar por nosso estado, minha terra natal. Espero que tenhamos sucesso nessa empreitada”, disse De Paula. O ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) esteve em Terezina e carinhosamente abraçou De Paula e lhe desejou boa sorte. “Temos aqui o vereador De Paula que é daqui do Piauí e é vereador em Osasco”, disse Alckmin aos presentes.

 

Belo projeto 

Foi aprovado na terça-feira (8), durante a Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Carapicuíba, o Projeto de Lei n° 2.379/2018, de autoria do Executivo, que revoga a antiga e já defasada Lei Municipal n° 3.110/2011, que autoriza a Prefeitura a promover a regularização fundiária na cidade. Posto em segunda discussão pelo presidente da Casa, Ronaldo Souza (SD), o projeto foi aprovado com apenas dois votos contrários; Professora Cida Lula Carlos (PT) e Néia Costa (PSB). A iniciativa tem como base a entrada em vigor da Lei Federal n° 13.465/2017, que dispõe sobre a regularização fundiária rural e urbana e institui mecanismos para aprimorar a eficiência dos procedimentos de alienação de imóveis, flexibilizando a regularização de áreas ocupadas irregularmente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here