Jogadores do Sub 17 foram barrados no Centro de Treinamento da Vila Yolanda

Picuinhas, informações desencontradas e outros murmurinhos, acabaram resultando nas demissões do técnico, do massagista e na dispensa de quatorze (14) jogadores do Sub 17
O treinador Denis Silva estava no Osasco Audax há 3 anos e meio. Em 2018, seus comandados conquistaram o título de Campeão da Copa Ouro, competição promovida pela Associação Paulista de Futebol e no atual estadual da categoria, promovido pela Federação Paulista de Futebol, o time ficou em segundo lugar do Grupo 8 na primeira fase da disputa, atrás apenas do Corinthians e com classificação garantida à segunda fase, com início previsto para este sábado, 28. Segundo Denis, em virtude de uma comunicação do coordenador Juninho Fonseca ao sr. Mário Teixeira, de que ele não gostaria de acompanhar a equipe Sub 17 em torneios na Suécia e Irlanda, Denis acabou sendo dispensado do clube pelo mandatário, bem como o massagista Avelino Silva, que recebeu o cartão vermelho pelo próprio treinador
Denis afirma que, em momento algum alegou não querer viajar, mas sim, que estava preocupado com o planejamento. Para ele, o diz-que-diz chegou de uma outra forma até o sr. Mario Teixeira, resultando em sua demissão. Com o ocorrido com o seu treinador, os jogadores manifestaram a Juninho Fonseca que estavam chateados com a dispensa de Denis, mas Fonseca alegou que não tinha volta.
Na segunda-feira, 23, mesmo afirmando que há três meses não recebem a ajuda de custo do clube, os jogadores que não viajaram à Europa, cujo retorno está previsto para a terça-feira, 31, apresentaram-se ao CT na Vila Yolanda para treinamento. mas foram barrados na entrada do CT pelo senhor Maldonado. E a alegação é que deveriam ter se apresentado na quarta-feira, 18. Segundo os jogadores que estiveram em nossa redação, a apresentação seria na segunda, 23 e que pode ter acontecido uma falha na comunicação. Para os jogadores, o que houve foi uma retaliação com os quatorze (14) atletas, pelo fato de apoiarem o treinador que foi demitido. Com quinze jogadores na Europa e os dispensados, uma peneira está sendo realizada no CT a toque de caixa para que não aconteça um W.O, na primeira rodada da segunda fase. Os jogadores barrados e o técnico, Denis Silva, isentam de alguma culpa o senhor Mário Teixeira, a quem dizem ter o maior respeito, mas o mesmo não ocorre com relação a Juninho Fonseca.
O Correio Paulista tentou contato com o clube, mas até o fechamento desta edição, eles não retornaram ligações e emails.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here