Justiça condena ex-prefeito de Cotia a mais de 10 anos de prisão

Fonte: G1

A Justiça condenou o ex-prefeito de Cotia, Joaquim Horácio Pedroso Neto, e mais quatro pessoas por desvios na área da Saúde entre 2005 e 2008. A estimativa é que o prejuízo aos cofres públicos foi de R$ 12 milhões.

Ex-prefeito de Cotia Quinzinho Pedroso

De acordo com a denúncia do Ministério Público Federal, o ex-prefeito Joaquim Horácio Pedroso Neto, conhecido como Quinzinho Pedroso, comandou durante seu mandato um esquema de desvio de verbas da União destinadas à compra de medicamentos e materiais hospitalares.

Segundo a denúncia, Quinzinho contava com a ajuda do ex-secretário da Saúde, Fábio César Cardoso de Mello, e do então chefe do setor de compras, Adelnice Rodrigues dos Santos, para fraudar as concorrências públicas e superfaturar a compra de medicamentos.

As investigações apontam que a empresa Home Care venceu duas concorrências públicas através de fraudes. Os representantes da empresa forjaram orçamentos de supostos concorrentes com valores absurdos para justificar o superfaturamento.

Todos os envolvidos, incluindo o ex-prefeito, o ex-secretário da Saúde, o ex-chefe de compras e dois representantes da Home Care, foram condenados a mais de 10 anos de prisão, cada um.

Como a sentença na Justiça foi na primeira instância, os condenados, que estão em liberdade, podem recorrer.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here