Lins dá segundo maior reajuste salarial do Estado


O aumento salarial para todos será de 4.2%, segundo maior índice no Estado e acima da inflação dos últimos doze meses que atingiu 2,76%, a Prefeitura também aumentará o Vale Alimentação em 7%.


Os servidores públicos de Osasco receberão no dia 30 de maio, os salários já reajustados em 4.2%, índice apresentado pela prefeitura e aprovado pela maioria absoluta dos funcionários, durante assembleia geral convocada pelo Sindicato dos Servidores de Osasco e Cotia (Sintrasp) e Associação dos Professores de Osasco e Região (APOS).
O aumento salarial para todos será de 4.2%, segundo maior índice no Estado e acima da inflação dos últimos doze meses que atingiu 2,76%, de acordo com o IPCA do IBGE. Além do reajuste salarial, a Prefeitura também aumentará o Vale Alimentação em 7%.
A diferença ocorre para os PDIs (Professor de Desenvolvimento Infantil), que terão 6,8% de reajuste salarial retroativo a janeiro e 1,5% de reajuste de maio em diante. No entanto, para o pagamento dos valores retroativos, a Prefeitura depende de aprovação do projeto na Câmara de Osasco.
Com o reajuste de 6,8% + 1,5%, os PDIs de Osasco terão equiparação com o piso nacional do Magistério. Outro compromisso refere-se à reposição automática do índice de equiparação correspondente ao piso salarial nacional para todos os cargos da carreira.
Para o prefeito Rogério Lins, os índices propostos valorizam o servidor. “Desde 2015, os servidores estão sem reajuste salarial. Hoje, propomos índices que estão acima da inflação e que não comprometem os investimentos da administração e tampouco o pagamento dos servidores, muitas vezes, de forma antecipada como se deu na sexta-feira, 11, antes da comemoração do Dia das Mães”.
Lins ainda reforçou que esses índices não põem fim às negociações. “Isso é uma vírgula e não um ponto. Queremos valorizar ainda mais nossos servidores que tanto tem feito pela administração e pela cidade”, disse.

Reajustes Salariais
Levantamento dos sindicatos de servidores públicos mostra que das prefeituras em campanha salarial, o índice proposto por Osasco é o segundo maior do Estado. À frente aparece Barueri com 5% e por último o município de Tietê, com 2%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here