Manda “Nudes” já ouviu falar? Sabe o que é?

O Manda Nudes, é hoje um dos termos mais usados para pedir, trocar ou disponibilizar fotos e vídeos pornográficos enviados pelo celular. O telefone celular trouxe grandes avanços e melhorias em termos de comunicação, isso ninguém pode questionar. Entretanto, trouxe também uma série de potenciais riscos e perigos ocultos.

Uma pratica que acabou se tornando frequente entre adultos acabou sendo muito praticada por jovens e hoje temos muitas crianças aderindo a tal prática. Isso mostra uma série de problemas que precisam ser vistos e corrigidos ou no mínimo acompanhado com a mais brevidade possível, pois um abismo chama outro.

As crianças e adolescentes estão expressando comportamentos cada vez mais inadequados, impróprios e inaceitáveis. Quer seja no trato, em palavras e nos relacionamentos. Isso é explícito nas escolas e nos meios de convívios em geral. Falta de respeito, palavras de baixo calão, agressões, entre outros. O nudes é uma das expressões que diz silenciosa: SOU EU QUEM MANDO EM MIM E FAÇO O QUE EU QUISER DA MINHA VIDA! Mas, isso é inaceitável vindo de uma criança de 10 ou 11 anos de idade.

Desde minha adolescência escolhi ser voluntario para ajudar pessoas e famílias e isso não é uma tarefa fácil, portanto, sentar diante de pais e ter que mostrar fotos pornográficas de seus filhos que vazaram na escola ou em outros ambientes me corta o coração. A primeira reação dos pais é de esbravejar com os filhos e de fazer promessas de acertos de contas quando saírem de lá. E é aí que a postura de um bom conselheiro tutelar deve entrar em ação. A problemática não está no ato em si, mas, no cotidiano e nas opções de escolhas da forma de se viver.

Nos tempos modernos muitos valores se inverteram e como costumo dizer: Não é porque todos fazem que o que fazem é o certo! Compreendo as necessidades e sei que hoje temos que trabalhar mais para manter um padrão de vida como o de anteriormente. As exigências são bem maiores. A competitividade aumentou. E por tanto, vemos pessoas trabalhando algumas horas a mais para alcançarem o sucesso profissional e as realizações pessoais. Mas, será que tudo isso vale a pena?

Incansavelmente tenho feito muitas palestras de prevenção em diversas escolas e é curioso notar que quando tentamos nos dirigir aos pais sempre encontramos alguns bloqueios, pois, eles andam tão ocupados que não conseguem perceber os riscos que correm. Muitas reuniões são marcadas e nem 10% dos pais aparecem.

RESULTADO?!

O descontrole absoluto sobre a família. Hoje temos um índice muito grande de crianças e adolescentes envolvidos com drogas, pornografia, gravides, crimes, entre tantas coisas e quando se dão por conta já é tarde demais para não se envolverem. Todo cuidado é pouco e acompanhar a vida dos filhos em todas as suas fases é de extrema sabedoria e expertise.

Por fim, se você estivesse em alguma de minhas palestras de prevenção ou em minha sala no Conselho Tutelar para falar sobre algum tipo de problema que envolvesse seus filhos, é certo, que eu te perguntaria se tudo que você faz vale a pena. O preço poderá ser alto de não conseguir ou escolher acompanhar seus filhos em suas idades mais especiais e de maiores necessidades de acompanhamento.

Para encerrar gostaria de saber o que você responderia no meu lugar. Quando ao terminar uma palestra de Bulliyng uma criança de aproximadamente 10 anos me perguntou se “rejeição” era uma forma de Bulliyng? Eu muito atencioso disse que sim, e perguntei se o que estava acontecendo era no ambiente escolar? Ele respondeu que não. Eu perguntei se era com os amigos? Ele respondeu que não. Eu franzi a testa e perguntei se era em sua casa? Ele com lagrimas nos olhos respondeu que sim, que era com seu pai.

São momentos assim que fazem pensar duas ou três vezes sobre o que vale a pena e o que não vale nesta vida. Como será o futuro desta criança?

E se fosse seu filho?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here