Márcio França anunciou a construção de um Terminal Metropolitano em Carapicuíba

O governador Márcio França autorizou neste domingo, 10/06, em Carapicuíba, a retomada das obras no Lote 04 do Corredor Itapevi-Osasco, da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), empresa ligada à Secretaria dos Transportes Metropolitanos. O serviço custará R$ 45,2 milhões, vai gerar 150 empregos na região e será concluído em 18 meses. Durante visita a Carapicuíba neste domingo, Márcio França também liberou R$ 43,7 milhões para melhorias no asfaltamento de ruas e avenidas da cidade. O governador anunciou ainda R$ 3,4 milhões para reurbanização do Parque dos Paturis, além de liberar outros R$ 6,8 milhões para construção de um Terminal Metropolitano na Cidade.

Com 2,2 km de extensão, o novo trecho do corredor Itapevi-Osasco terá duas estações de embarque e desembarque, um terminal de ônibus e dois viadutos. Os novos equipamentos trarão mais eficiência, qualidade e segurança ao transporte coletivo na Grande São Paulo, além de redução no tempo gasto pelos usuários durante os deslocamentos.

“Quero fazer parceria com os prefeitos. Quando a gente coloca o dinheiro na mão do prefeito a obra sai mais rápida, sai melhor e sai mais barata porque o prefeito é cobrado todo dia, na porta da casa dele. Então, dinheiro bom é dinheiro na mão de prefeito. Quem me ensinou isso foi Mário Covas”, resumiu Márcio França.

“Já fizemos convênios com 400 cidades para todo mundo receber recurso para pavimentação. Não interessa qual é o partido porque as pessoas estão acima dos partidos”, completou o governador.

Durante sua passagem por Carapicuíba, Márcio França também falou sobre o Alistamento Civil e adiantou que em, “no máximo dois meses”, Carapicuíba terá mil jovens alistados no programa, com rendimento de R$ 500,00 por mês. A contrapartida desses adolescentes será a prestação de serviços de utilidade pública por quatro horas ao dia sob a coordenação e orientação de um policial militar. Os jovens também terão a obrigação de voltar a estudar no Ensino Médio, onde aprenderão uma profissão.

“Quero ver se nós não vamos vencer a violência. Já temos 230 mil presos em São Paulo. Então, temos é de dar a oportunidade para as pessoas. Dá a chance que o rapaz agarra essa oportunidade. Vamos ter 80 a 100 mil meninos no programa de Alistamento Civil”, explicou Márcio França.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here