Márcio França autoriza primeiro AME de Osasco


Na última terça-feira, 9, o governador Marcio França visitou o Hospital Regional de Presidente Altino e trouxe boas notícias ao prefeito Rogério Lins nas áreas da saúde e da mobilidade urbana


Na visita do governador ao Hospital Regional Dr. Vivaldo Martins Simões, França acompanhado dos prefeitos da região visitou algumas alas e setores do hospital, que foi totalmente restaurado e reformado mas que encontra-se com dezenas de leitos desativados, bem como vinte e duas (22) UTIs adultas e três (3) infantis sem utilização e o motivo alegado pela direção do hospital  é  a falta de profissionais. O governador autorizou o chamamento público de concursados e contratação de profissionais para a abertura 100% do hospital e na saída do hospital, em entrevista coletiva, comentou que autorizou o primeiro Ambulatório Médico de Especialidades – AME para a cidade de Osasco, em prédio a ser cedido pela prefeitura, num primeiro momento num prédio alugado. No AME o município entra com o prédio e o estado com a responsabilidade de fazer funcionar o equipamento, com repasses através de um convênio a ser firmado entre as partes. No mesmo ato, o governador juntamente com o prefeito Lins, comunicaram que o novo acesso de Osasco já está definido. A Artesp já aprovou o projeto executivo da CCR, bem como o projeto da prefeitura. Serão investidos R$ 110 milhões via concessionária e R$ 8 milhões de contrapartida da prefeitura.
Na coletiva, Lins reafirmou que desde o primeiro momento apoiou a campanha à reeleição do governador Marcio França. Com relação a mudanças no primeiro escalão de seu governo, disse que fazer ajustes é natural e o objetivo é fazer que as secretarias funcionem melhor. Afirmou também que agora, boa parte dos leitos do HR de Presidente Altino que estavam ociosos por falta de funcionários, voltarão a funcionar. “Só na UTI vai dobrar o atendimento e também o setor de Hemodiálise poderá atender cerca de 25 pacientes/dia. Quanto ao AME, vamos alinhar nossa agenda com o secretário da Saúde do estado para agilizar a implantação. A Artesp já aprovou nossa contrapartida e esperamos que, brevemente, as obras do novo acesso a Osasco pela Castello Branco sejam iniciadas”, finalizou Lins.
O governador Marcio França que disputa sua reeleição neste segundo turno com João Doria, comentou: “Doria fez todo o esforço para que eu não estivesse no segundo turno. Ela faz discursos fora dos padrões, quanto seria um exemplo a ser seguido. Trata-se de uma pessoa preconceituosa. Conseguiu praticamente unir  quase todos os partidos político contra ele. ”
Com relação à disputa da presidência, entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT), França se pronunciou. “Optamos pela neutralidade, não tenho relação com nenhum deles, minha preocupação maior é cuidar de São Paulo. Doria esqueceu de Alckmin que o colocou na prefeitura e certamente poderá fazer com o Bolsonaro o que fez com o Alckmin”, concluiu o governador. “A implantação de um Ambulatório Médico de Especialidades em Osasco (AME),  que há muito tempo era aguardado pela população osasquense,  o  funcionamento de mais 100 leitos, sendo 21 de UTI no HR de Altino e a aprovação do governo para a construção de uma nova e funcional entrada da Castello para Osasco,  são resultados de muita luta e persistência junto ao governo estadual”, finalizou Rogério Lins.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here