Meu filho não gosta de estudar… o que posso fazer? Parte 1

Com certeza você já se deparou com esta situação ou já ouviu de alguém: ‘o meu filho não quer estudar; sempre fica dando desculpas’, ‘não se esforça e não tem vontade’, nestes casos muitos pais chegam à mesma conclusão e acabam por definir os filhos por preguiçosos e desinteressados. No entanto, muito além do que se possa pensar, as causas de que uma criança não queira estudar podem ser várias.

Percebe-se que quando uma criança começa na educação infantil sua vontade de aprender é notória. Portanto, o acompanhamento dos pais deve ser bem de perto e note que cada palavra de incentivo e elogios pelas conclusões das tarefas fará com que a criança queira mais e mais ir à escola e automaticamente se esforçará mais para aprender coisas novas.

Num segundo momento percebe-se que ao dificultar as tarefas, a chegada das exigências e o medo do fracasso faz com que muitas crianças não queiram ir para escola e percam o interesse de estudar.

Vamos pensar juntos em alguns dos motivos pelos quais muitas crianças e adolescentes perdem a vontade de estudar e ir à escola:

Problemas emocionais – Perceba no comportamento dos filhos se ouve alguma mudança de comportamento. Mantenha bons diálogos e relacionamento, pois, a criança ou adolescente pode estar passando por algum tipo de opressão e não está conseguindo resolver sozinho.

Bullying – Converse com seus filhos e saiba se existe algum grupo, aluno ou até mesmo professor oprimindo ou intimidando de alguma forma seus filhos. Quando isso acontece muitos adolescentes acabam não contando para seus pais na tentativa de tentar resolver seus problemas sozinho… não que isso seja ruim querem mostrar atitude, mas, tem casos de ir um pouco mais além e pode virar uma bola de neve. O quanto antes resolver o problema melhor será o futuro.

Baixa Autoestima – Vamos confessar vai… nem todas as matérias são tão legais assim e racontece de ter dificuldade em entender uma ou outra. As vezes quando se perde o fio da meada e não conseguimos entender aquela matéria ou lição, acabamos tendo sentimentos de frustrações e nos deparamos com nossa limitação, aí vem a insegurança… vontade de sumir.

Falta de autonomia e organização: O estudo é a área que mais se vê afetada se você for um pai superprotetor e o seu filho está acostumado a fazer as coisas contigo e que você tenha que falar sempre quando e como deve começar a estudar. Estudar é uma atividade que requer um planejamento, esforço e independência. Por isso, se você estiver acostumado a fazer essas funções, quando o seu filho for crescendo ele não irá querer estudar se não for contigo. Na próxima coluna faremos a continuidade deste artigo e terá muitas outras dicas.

A “Série Pais de Adolescente” tem o objetivo de abranger tanto quanto puder a mente, o comportamento e as armadilhas que de rodeiam a vida da criança e do adolescente. Trabalharemos muitos artigos sobre diversos temas, tendo em vista a necessidade de como identificar e até mesmo como lidar com situações referente aos assuntos… não deixe de ler os outros artigos desta série nas Colunas do Jornal Correio Paulista com o colunista Gilson Biondo e também no site www.gilsonbiondo.com.br ou assistir os diversos vídeos no YouTube Escola de Pais – Gilson Biondo.

Vamos juntos aprender a educar e a amar os nossos filhos. Tenha um dia abençoado.

CONTINUA…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here