Mudou o tom

A monotonia semanal das duas sessões ordinárias, de terça e quinta-feira, na Câmara Municipal de Osasco foi quebrada com uma manifestação na abertura da primeira sessão dessa semana. Um assunto que pegou todos os pares presentes de surpresa. Duras e pesadas palavras de desabafo do presidente da Casa Dr. Elissandro Lindoso (PSDB), que se utilizando da tribuna legislativa foi efusivo em suas afirmações em que lembrou até o escandaloso caso de tentativa de extorsão em que houve a prisão da presidente da OAB da 56ª Sub-Seção Osasco, Dra. Libania Aparecida da Silva. Objetivo e bem transparente, o presidente deixou bem claro a participação de algum colega que repassava informações à presidente da OAB. “Muitos estavam por trás dela e fica aqui meu recado à senhora presidente. Faça uma delação e conte a verdade. Fale quem foi que foi o autor das informações caluniosas para a senhora tentar me denunciar”, disse.

E CPI dos transportes pode vingar

“Tenho vergonha, após um ano e meio de mandato da política brasileira. Tem políticos sérios, mas falo dos desonestos que vivem do dinheiro público e que vivem de denegrir a imagem das pessoas”, desabafou Lindoso. Adiante, fala daqueles denominados por ele como vagabundos de Osasco que tentam denegrir sua imagem. “Quero dizer que a partir de hoje, quem tem dúvida à respeito do meu caráter; quem tem dúvida à respeito da minha dignidade, não terão mais duvida. Uma coisa que aprendi com meu pai ainda no Maranhão é ser honesto, ter palavra e ser homem”.
Lindoso revela que combinou com os colegas a instalação de uma CPI do Transporte Público de Osasco. Faltava uma assinatura e o vereador Pelé da Cândida assinou, bastando agora aprovação do plenário e composição dos membros.

 

Críticas à Saúde

Das investidas do presidente do Legislativo, sobrou até para o secretário da Saúde de Osasco que é do mesmo partido de Lindoso; o PSDB. “Não tem dipirona no posto. Não tem amoxicilina. Eu vi, ninguém me contou; fui lá. As farmácias estão fechadas nos postos. “Que vagabundagem é essa. O que é isso? Até quando vamos aguentar, somos vereadores pra quê? Fiscalizadores pra quê. Pra deixar as pessoas nos usarem? E tem mais, sou um homem de fibra e de coragem. Não desisti da CPI do transporte. Fica claro aqui que vou até o STF pra brigar por aquela ADIM ( Ação Direta de Inconstitucionalidade. Instrumento exercido diretamente ao Supremo Tribunal Federal). Lindoso se referiu ao aumento das passagens, e a gratuidade aos idosos com mais de 60 anos e do recurso usado pelas duas empresas.

Duas vitórias 

Gregório Maglio (MDB), eleito prefeito nas eleições de Pirapora do Bom Jesus, numa coligação com o PSD, comemora outra vitória, agora nos tribunais. Nas redes sociais Maglio fez um desabafo: “Meus amigos, como sempre digo, andar ao lado da verdade me faz acreditar na Justiça. Em recente decisão Judicial, o Tribunal Eleitoral de São Paulo decidiu pela improcedência do recurso impetrado pela oposição requerendo a impugnação do meu registro como candidato, conforme acórdão do TRE, numa mentira da oposição. Nós entramos com meu registro de candidatura para a eleição suplementar, em seguida, a oposição entrou na Justiça com pedido de impugnação do registro, utilizando de má fé, também espalharam mentiras durante a campanha. Não funcionou! Minha ficha continua limpa! A justiça é justa! Obrigado aos que acreditam em nosso trabalho, seguimos em frente, pra fazer o que precisa ser feito!”. Gregorio obteve 3861 votos (42,22% dos votos válidos, uma diferença de apenas 250 em relação a Andrea Bueno, candidata do PSDB, em coligação com o PTB e o PSB, quando obteve 3611 votos (39,49%).

 

Desistiu

Candidato a vice-prefeito em 2016 juntamente com Jorge Lapas (PDT) Luciano Camandoni (PTB), desistiu de candidatura a deputado estadual. Num texto divulgado nas redes sociais ele considera que o trabalho exercido em 2016, quando aceitou ser candidato a vice-prefeito, teve a oportunidade de conhecer ainda mais as prioridades e necessidades da população nos quatro cantos da cidade. “Atualmente as minhas obrigações profissionais no momento me impedem de disputar essa eleição. Diante do exposto, torno pública, depois de ouvir minha família, irmãos, meus amigos, a decisão de não participar do pleito deste ano. Por hora, continuarei a não medir esforços em trabalhar para gerar mais empregos e garantir assim um futuro melhor para todos que aqui depositam as suas esperanças”, relatou. Já Jorge Lapas, onde boatos afirmam que também abandonaria a disputa, continua firme como pré-candidato. “Estou decidido a sair candidato a deputado estadual com o ex-vereador Dr. Gaspar (PDT) que sairá a deputado federal”, disse o ex-prefeito.

 

Sempre às segundas 

Na segunda-feira (18), o secretário Nacional de Finanças e Planejamento do PT e ex-prefeito de Osasco, Emidio de Souza, deu início a uma série de encontros com moradores de Osasco e região. Realizado todas as segundas-feiras à noite, no Sindicato dos Comerciários de Osasco e região, o ‘Papo com Emidio’ será um canal de diálogo entre o ex-prefeito e a população. “Esse será um espaço para conversarmos sobre problemas que impactam a vida da população na cidade, no estado e no país”, explicou Emidio. A primeira edição contou com a presença do deputado estadual Marcos Martins e de moradores de Osasco e das cidades da região. Durante o encontro, Emidio apresentou sua pré-candidatura a deputado estadual, falou sobre a gestão democrática que implantou em Osasco quando foi prefeito e também pediu para a militância intensificar a luta pela liberdade do presidente Lula.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here