Obra às margens do Tietê aumentará para 65% o esgoto tratado em Barueri

As imediações da avenida Marginal Esquerda, próximo do centro de Barueri, passam por obras da Sabesp

A cidade de Barueri deve ter 100% do esgoto tratado até 2030. A obra faz parte da terceira etapa do projeto de despoluição do rio tietê e deve beneficiar bairros como Engenho novo, Chácaras Marco, Graziela, São Luiz e Pindorama


As imediações da avenida Marginal Esquerda, próximo do centro de Barueri, passam por obras da Sabesp

Quem passa pelas imediações da avenida Marginal Esquerda (ligação com a rua da Prata), entre as pontes Guilherme de Almeida (Castello) e Antônio Macedo Arantes, logo vê intervenções no trecho viário. São os serviços iniciais da Sabesp para implantar o coletor Dom José, processo que permitirá a coleta de esgoto para envio direto à ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) Barueri, no bairro Aldeia.
A obra integra a terceira etapa do projeto de despoluição do Rio Tietê e vai aumentar em 62,5% o volume de esgoto tratado na cidade. Barueri tem, atualmente, 40% de seu esgoto tratado, conforme percentual registrado pela empresa de saneamento básico até dezembro do ano passado. A tendência, portanto, é que o número cresça ainda mais. E com a obra do coletor Dom José, a estimativa é de que a partir de dezembro de 2020, previsão de término da obra, Barueri alcance 65% de esgoto tratado, podendo atingir 100% até 2030.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here