Palmeirense, suspeito de atropelar e matar corintiano em comemoração presta depoimento após ser preso em Osasco

torcedor palmeirense suspeito de atropelar e matar um torcedor corintiano em Osasco, na Grande São Paulo, no dia 9 de abril, prestou depoimento nesta quarta-feira (18), após ser preso.

Diogo de Moura Santos, 32 anos, se apresentou com seu advogado no 9° Distrito Policial e foi levado para a delegacia seccional, onde cumprirá prisão temporária de cinco dias. Foi a mãe dele que entregou ele à polícia, segundo a Polícia Civil. Ele não falou com a imprensa.

O crime ocorreu em frente à sede de uma torcida do Corinthians, Gaviões da Fiel, em Osasco, durante a comemoração da vitória do Corinthians sobre o Palmeiras na final do Paulistão.

O motorista fugiu sem prestar socorro, e o torcedor corintiano, José Artur Tavares Martins Silva, de 24 anos, foi levado para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu de traumatismo craniano e trauma no peito. Outro torcedor, de 25 anos, também ficou ferido com cortes no tornozelo e na cabeça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here