Presidentes eleitos

Com exceção de Osasco, as Câmaras municipais da região já elegeram seu novo presidente. A começar por Carapicuíba o vereador Guto (PV) foi o eleito. Em Barueri; Fabião (PCdoB), em Jandira; Gério (PMB), Itapevi; Professor Rafael (Podemos), Santana de Parnaíba o xará Nilson Martins (foto) mais conhecido como Nilson Cadeirante (PHS). Nesta edição, na página 3, mais sobre a mesa diretora de Barueri e Carapicuíba. Com isso fica faltando Osasco, que pode ser votado até dia 20. Dois nomes despontam com as respectivas candidaturas.

 

Infidelidade tucana 

Enfim o presidente da Câmara Dr. Lindoso (PSDB) tornou público o pedido de expulsão de José Carlos Vido do PSDB. Seu descontentamento se deu sobre o fiel apoio do então secretário da Saúde de Osasco ao candidato ao governo de São Paulo Marcio França (PSB), enquanto que João Doria representava o partido para governador do Estado. Ocorre, que por muitos anos Vido sempre foi um homem de confiança do então deputado Celso Giglio. Com sua morte ocorrida em 11 de julho de 2017, o PSDB teve início a um esfacelamento. Uma nova executiva foi montada e tomou posse como presidente o vereador De Paula. Ocorre, porém, que ainda vivo, Giglio indicou Carlos Vido para a secretaria da Saúde. Algo que deixou os três vereadores do Legislativo (Didi, Lindoso e De Paula) magoados por não terem sidos consultados. E ele ficou à frente da secretaria até o mês passado; quase dois anos. Foi trocado pelo médico João de Deus e assumiu a Chefia de Gabinete do prefeito.

 

Troca de farpas 

Em recente coletiva com jornalistas para prestação de contas de dois anos à frente da presidência, Lindoso foi indagado à respeito. E foi enfático ao afirmar que não aceita traição. “Nós, os três vereadores do partido com candidaturas; duas a federal e a minha estadual estávamos por obrigação e ética apoiando João Doria, enquanto que Vido se aliou ao prefeito para apoiar Marcio França”. Lindoso afirmou que respeita o atual presidente de Osasco, mas ele deu entrada no pedido de afastamento partidário no diretório estadual, que atualmente é liderado pelo governador Dória, que toma posse no dia 1 de janeiro. Ou seja, a expulsão será inevitável. Para Vido, uma inconsequência por tudo que fez a Lindoso. “Ele é um mal-agradecido”, disse Vido, alegando que quando da escolha para chefiar a Saúde de Osasco, deu a vaga de secretário adjunto para Lindoso escolher quem ele quisesse. “Giglio não confiava muito na candidatura dele para vereador e me consultou; isso ainda no final de 2015. E claro, vendo seu potencial, o recomendei ao nosso chefe maior que era o Celso Giglio”, esclareceu Vido. E não errei, foi o mais votado. Mas com nossa ajuda.

 

Bola da vez

Cotado como o vencedor da disputa está o vereador do PRP, líder do prefeito Ribamar Silva. Atualmente ele é o vice-presidente. Lembrar que em 2017, logo após a posse dos novos eleitos, Ribamar era o favorito. Iria vencer por unanimidade. Mas, refletiu e acabou apoiando o vereador mais votado Dr. Elissandro Lindoso (PSDB). Indagado, ele acabou afirmando que para ele era mais interessante a eleição para os dois últimos anos da atual legislatura. Com isso, supõe-se que Lindoso deve a ele seu voto e apoio, de acordo com as palavras de Ribamar em janeiro de 2017, sobre o acordo firmado lá atrás.

 

De olho em 2022 

Se pensarmos bem, uma excelente jogada, já mirando seu futuro político. Ganharia a presidência para 2019/2020 e em nova eleição se reelege vereador e continua presidente até 2022. Ele já declarou ser um sonho ocupar uma cadeira na Câmara dos Deputados. Claro que com a presidência fica mais fácil a campanha por estar bem conhecido pela mídia. Outro nome que está batendo o pé na disputa é o controverso Tinha Di Ferreira (PTB). Ocorre, porém, que fica muito difícil a disputa para se sagrar o vencedor. Talvez, em um último momento. ele acabe retirando a candidatura por um cargo na Mesa Diretora. Tinha é um dos vereadores isolados por ter uma postura bem diferente dos demais ao ser polêmico e ser oposicionista do atual governo municipal. Mas enfim, tudo pode acontecer. Já houvera diversos casos em que a esposa dorme com o presidente e no dia seguinte continua dormindo com o vereador.

 

O poderoso do DEM 

O secretário das Finanças de Osasco Pedro Sotero, acabou cedendo e entrou mesmo na política. Sem muitos comentários, ele foi escolhido presidente do DEM de Osasco. Isso já faz três meses, mas como não houve divulgação estamos, mesmo com atraso, falando da nova fase do secretário de confiança do prefeito Rogério Lins. Dizer, ser ele, um grande amigo do governador eleito João Doria, algo que pode ajudar em muito Rogério Lins para se aproximar e refazer as pazes com o futuro governador que toma posse daqui 15 dias. Lins apoiou Marcio França na campanha e dizem que deixou Dória chateado. Junto com Sotero alguns vereadores devem fazer parte do time. Ralfi Silva, Claudio da Locadora e Alex da Academia. Com fusão de partidos e acordo com a executiva estadual, ano que vem eles se mudam.

 

Mais lazer em Jandira

A partir do próximo domingo, 16, o Corredor Oeste, no trecho que corta a cidade de Jandira estará interditado ao tráfego de veículos das 7h às 13h, para o projeto Corredor da Alegria. O Corredor da Alegria é um projeto da Prefeitura que consiste em liberar a via para prática esportiva e de lazer para a comunidade, que pode usufruir da pista, entre as estações do Sagrado Coração e Jd. Silveira para praticar ciclismo, patins, caminhada, corrida e muito mais. Para incentivar a participação de todos, o Rotary Club Jandira de Aldeia da Serra irá sortear 100 bicicletas a quem comparecer na inauguração, e doar um quilo de alimento não perecível às famílias carentes da cidade. “Nosso projeto é incentivar a prática esportiva, proporcionando lazer para toda família. E fechar o corredor é mais uma alternativa para todos” esclareceu o prefeito Paulo Barufi.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here