“Quero mil novos leitos hospitalares para a região oeste”, diz Rubens Furlan


Rubens Furlan fez uma cobrança ao governador eleito João dória para que traga para a região oeste um novo hospital. Furlan disse que o último grande equipamento da saúde inaugurado na região foi o hospital municipal de Barueri. O prefeito também criticou prefeitos e aproveitadores.


O prefeito Rubens Furlan está em seu quinto mandato em Barueri, ele diz que este é um dos mandatos mais complicados até agora.. “O maior desafio no início foi reorganizar a cidade. A saúde e a educação estavam desorganizadas. ”
Com relação a saúde municipal, o prefeito disse que o caos era muito grande. “O Hospital Municipal estava sob intervenção, era uma confusão enorme entre a empresa que administrava o local e a população. A despesa era muito grande e o serviço abaixo do esperado à população. ” A prefeitura teve que pagar funcionários que não recebiam. Segundo Rubens Furlan chegaram a R$ 42 milhões as indenizações pagas pela prefeitura. O prefeito considera esse um dos principais problemas dos dois primeiros anos de mandato. “Quando assumimos, o HMB fazia 130 cirurgias por mês, atualmente já são 1400 e esse número vai crescer mais. Ampliamos o número sem gastar um real a mais, ou melhor, nós gastamos até um pouco menos”, ressalta Furlan. A pasta da saúde em qualquer governo municipal é o maior desafio, depois de melhorar o atendimento do Hospital Municipal, o prefeito de Barueri começou a resolver outros problemas que impactava negativamente a população. As salas de hemodiálises que estavam abandonadas pela antiga administração foram remodeladas, de 30 aparelhos no passado, a cidade vai passar para setenta. “Eu vou conseguir atender Barueri e a nossa região. Em mais dois ou três meses já deve estar funcionando. ” Não menos importante, a a área da segurança também recebeu vários investimentos, hoje Barueri conta com 375 câmeras de monitoramento. “A cidade é um big brother, estamos investindo em iluminação de LED para melhorar a segurança nos bairros.”

Porque Barueri é uma das únicas cidades que entregam grandes obras e as demais da região não conseguem fazer isso?
Eu peguei essa cidade pequena, quando fui prefeito pela primeira vez, tínhamos 39 mil pessoas, pode ser minha experiência, não sei. Mas desde o primeiro mandato eu analiso o que cada parte da cidade precisa. Eu sou muito apaixonado por Barueri, sou extremamente apaixonado pela vida pública. Sou bastante vaidoso, não posso ser apenas um bom prefeito, a minha luta é para ser um excelente prefeito. Eu vou no limite máximo da cidade.

Este quinto mandato do senhor é o mais difícil?
Tem muita corrente contra na cidade. Você vai fazer licitação, tem muita gente ruim participando que não tem condições de entregar e quer ganhar dinheiro. Tem gente que vai com uma pastinha para dar lance, mas o que ele quer mesmo é arrumar “cinquenta conto” para ir embora. E quem sofre é a população com as demoras por causa das licitações. E como estava tudo desarrumado, está mais difícil de arrumar. Eu não me lembro de ter ficado doente, como fiquei nestes dois últimos anos. É um alto nível de stress. Mas, nós vamos no peito, na raça, a cidade tem que caminhar. Nós estamos passando também pela pior crise que o país já viveu. Isso conta muito.

Diminuiu a receita da cidade?
Está para diminuir por causa de uma lei que é inexequível. (A lei vai diminuir o Imposto Sobre Serviços para as cidades) estou diminuindo o peso da máquina administrativa. Estou fazendo as obras necessárias com os recursos que nós temos. Fiz uma administração enxuta, juntei dinheiro para não precisar parar nenhuma obra por causa da crise. Se cair a receita com a nova lei, não tem problema, pois teremos dinheiro para finalizar todas as obras.

O orçamento de 2019 será de mais de R$ 3 bilhões, algum investimento será feito a mais com esse valor? Alguma obra, por exemplo.
As áreas da Educação e da Saúde serão as que mais receberão investimentos, temos que preservar essas duas pastas. Eu até gravei um vídeo falando para os prefeitos da região ajudar a população na área da saúde, em nenhum momento falei que fecharia as portas paras os nossos vizinhos. Mas se eu fechar, eles vão ter problemas.

O senhor tem medo de retaliação dos outros prefeitos por causa deste vídeo que o senhor fez nas redes sociais?
Em que nível eles vão me retaliar? Quando você está seguro do que fala, quando você tem muita razão do que está falando, você pode falar que ninguém retalia. O que eu falei é a mais pura verdade, os prefeitos precisam me ajudar. O Igor Soares, prefeito de Itapevi, está fazendo o que é possível. O Elvis Cezar, prefeito de Santana de Parnaíba, também está se esforçando. Nós atendemos em Barueri por mês cerca de 68 mil pessoas de Carapicuíba, 40 mil de Osasco e 5 mil pessoas de Parnaíba. O pessoal chega de van na nossa cidade. Onde os prefeitos estão mais preocupados, a situação está mais tranquila, é só ver Santana de Parnaíba.

O senhor foi um dos poucos apoiadores do governador eleito João Dória na região oeste, Barueri terá vantagens por causa deste apoio?
Não e eu nem quero, não pode haver esta distinção. Eu só pedi ao João Dória que ele faça pelo menos uns mil novos leitos hospitalares em qualquer cidade da região. Pedi por uma razão simples, os hospitais de Carapicuíba e Itapevi foram feitos pelo presidente Fernando Collor de Melo em 1991. O último da região que foi construído foi há 12 anos, foi feito por mim em Barueri. O governo do estado não investiu em leitos hospitalares por 30 anos, numa região que cresceu 10 vezes o que tinha neste período, isso é um descaso.

Mas o governo era do seu partido, o PSDB?
Eu sei, mas ele não fez, não posso passar a mão na cabeça, ele não deu atenção para a nossa região. Nós reivindicamos muito, até que eu fiz, pois eles não atenderam, não dava para esperar mais. Nós gastamos R$ 150 milhões por ano com o nosso hospital.

Por falar em governo do Estado, essa é próxima etapa da vida política de Rubens Furlan?
Eu acho que está na hora do Furlan parar, mas antes sou candidato à reeleição e depois vou parar. Eu tenho medo de ser superado pelo tempo. Seria muito triste se um dia, eu ouvisse: “Chega de Furlan, ele está muito velho”. Eu escrevi capítulos bonitos na história da nossa região. Prestei todos os serviços, da melhor forma que uma pessoa pode prestar. Fiz a minha parte.

A deputada federal Bruna Furlan será a sucessora?
Ela está ganhando experiência. Este último mandato dela foi espetacular, ela tem uma visibilidade e um respeito muito grande no Congresso. Ela fala com muita firmeza as posições dela. A Bruna está buscando experiência para que quando chegue o momento dela, ela seja capaz de fazer Barueri crescer.

O que esperar de 2019?
A minha expectativa é muito grande, espero que o Brasil pegue um caminho de desenvolvimento. Temos que diminuir o desemprego. Em Barueri, nós não estamos em uma redoma, estamos num contexto nacional. O que acontece no Brasil, nós sofremos aqui. Para a cidade, eu tenho duas obras na área da Saúde, muito importantes. Nós teremos um prédio de cinco andares ao lado da igreja católica no centro da cidade. Que vai ter 85 consultórios de especialidades. Ao lado da prefeitura, vamos inaugurar o centro de diagnósticos mais moderno do país. Teremos quase todos os exames possíveis. Estamos fazendo vários prontos socorros em diversos bairros. Vou descentralizar a saúde de Barueri. Será o melhor atendimento da região. Em 15 dias, as pessoas terão seus exames em mãos para passar em consulta. Na Educação, estamos modernizando tudo, compramos R$ 40 milhões em equipamentos como tabletes, lousas digitais, com isso nós vamos revolucionar a educação. A Prefeitura de Barueri firmou parceria entre a Secretaria de Educação e a Google, que possibilitará a partir do próximo ano, a implementação do projeto Google For Educacion, plataforma que levará maior aprendizagem por intermédio da tecnologia. Barueri é a primeira cidade do Brasil em que toda a rede vai trabalhar com o projeto Google For Education. Estou investindo nos professores, vou recuperar o salário deles.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here