Rossi confirma pré-candidatura e dobrada

O ex-prefeito de Osasco, Francisco Rossi (PR), havia fechado acordo com a deputada Bruna Furlan,filha do prefeito Rubens Furlan, sobre apoio e dobrada em Osasco assim que iniciar a campanha eleitoral. Rossi é pré-candidato a deputado estadual e substitui a filha Ana Paula, que por motivos de saúde acabou desistindo do projeto para a Assembleia Legislativa. O planejamento da deputada federal, em seu segundo mandato, era aproveitar Francisco Rossi em substituição a outro ex-prefeito; Celso Giglio que faleceu em julho de 2017. Nos dois pleitos, Bruna teve mais de 30 mil votos em Osasco, e o pai Furlan quer que a filha mantenha e até aumente a quantidade de votos no maior colégio eleitoral da Região Oeste. Mas, Rossi, acabou rompendo. Sem bem que nem tinha começado. Resolveu mudar por insistência do seu partido, PR, que vê a pré-candidatura de Luiz Carlos Mota, de Tupã, a que mais combina com a sigla. “Ele é filiado ao PR, presidente da Fecomerciarios (Federação dos Comerciários do Estado de São Paulo) e apoia, assim como eu, a candidatura a governador de Marcio França. Já Bruna Furlan apoia João Doria; ambos do PSDB”, esclareceu Rossi.

 

Marcio França em Osasco

Um dia após a vinda, ao jornal Diário da Região, do presidente licenciado da Fiesp e pré candidato ao governo, Paulo Skaf , nesta sexta o governador em exercício, Marcio França (PSB), igualmente a Skaf, deve participar de um ciclo de entrevistas já que é pré-candidato ao governo de São Paulo. O encontro com jornalistas está marcado para à 14 horas. França em seu currículo é advogado e professor. Iniciou a carreira política sendo eleito vereador em São Vicente, depois se tornou prefeito e sem seguida deputado federal e secretário de Estado. Em 2014, numa proposta para sair candidato como vice de Geraldo Alckmin, houve uma promessa de sucessão para 2018 com o apoio do então governador. A insistência de João Doria (PSDB) obrigou partidários aceitar a candidatura do então prefeito de São Paulo ao governo, também. Com isso, Alckmin que é pré-candidato a presidente da República não pode cumprir o compromisso. França tem 19 partidos que devem apoiar sua candidatura a partir de agosto.

 

Não foi dessa vez

Um pedido de cassação na sessão ordinária da Câmara Municipal de Santana de Parnaíba, ocorrida na terça-feira, 19, foi apresentado ao plenário da Casa de Leis. O pedido foi encaminhado pelo PSOL – Partido Socialista e Liberdade levou em conta a decisão de sentença de primeira instância proferida pela Juíza Graziella Lorenzo Salzaman, da Comarca de Barueri que deu parecer negativo ao vereador Nilson Cadeirante (PHS) sobre ação movida por suposta quebra de decoro parlamentar, cuja irregularidade foi praticada no seu primeiro mandato. O processo ainda está em andamento e ainda cabe recurso da defesa. Também, por ser oriundo de outra legislatura, os vereadores rejeitaram o pedido.

 

Tudo começa em julho

Mês de julho e principio de agosto é decisivo para o início de campanha eleitoral por parte de pré-candidatos. É o início das Convenções Partidárias, que deve escolher candidatos pelos partidos e a deliberação sobre coligações. Isso ocorre no período de 20 de julho a 5 de agosto de 2018, obedecidas as normas estabelecidas no estatuto partidário, lavrando-se a respectiva ata e a lista de presença em livro aberto e rubricado pela Justiça Eleitoral. Esse período é considerado como o de propaganda intrapartidária. Os políticos com vistas à indicação de seu nome pelo partido podem se autopromover, junto dos filiados de seu partido político, para que o escolham como candidato. E a partir de 16 de agosto inicia-se a campanha eleitoral com candidatos nas ruas pedindo votos. Abre o prazo para o período para distribuição de material gráfico, caminhada, carreata e carro de som e que vale até o dia 6 de outubro.

 

Tucanos 30 anos  

Fundado em 25 de julho de 1988, o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) chegou aos 30 anos de sua criação. Em Osasco, coube ao presidente do diretório municipal, vereador De Paula, criar a Moção de Congratulações ao partido tucano que, no último dia 25, completou 30 anos de fundação. No documento, o vereador destacou feitos do partido, principalmente, no setor econômico em que, segundo o parlamentar, a legenda implementou um novo padrão de qualidade de gestão. Em 1994, a legenda chegou à presidência da República com Fernando Henrique Cardoso, um de seus fundadores. Reeleito, FHC liderou o país até o final de 2001. “Ao longo de oito anos na presidência, o partido fez o mais bem-sucedido programa de modernização e transformação econômica da história do Brasil”, escreveu De Paula em sua moção.

 

Deputados pesquisados

Uma pesquisa encomendada pelo portal Barueri na Rede em que avaliou o desempenho do deputado estadual Gil Lancaster (PSB) e Bruna Furlan, deputada federal pelo PSDB, perante parte da população da cidade, pode deixar ambos preocupados. No caso de Bruna que está em seu segundo mandato, de acordo a pesquisa seu trabalho é aceito por 27,6% do total de entrevistados, enquanto que Lancaster em seu primeiro mandato chega 18%. Lembrar que nas eleições de 2014, Bruna foi eleita em Barueri com 31% e Gil Lancaster com 23%. Para o diretor do Instituto MAS, Marcos Agostinho, a situação é de aceitação da deputada Bruna. “Não vejo riscos para não ser eleita. O trabalho feito por todo o Estado e as dobradas com lideranças regionais devem garantir sua reeleição”, afirmou Marcos que vê uma situação mais delicada para o deputado estadual Gil Lancaster.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here