“Trabalhamos com a verdade e Deus acabou nos abençoando”, diz Lindoso

O presidente da Câmara de Osasco Elissandro Lindoso foi um dos mais votados para deputado estadual na região. Lindoso veio de uma votação expressiva em 2016, quando concorreu a um cargo de vereador e foi eleito como o mais votado. Na campanha deste ano, ele foi o terceiro candidato de Osasco mais votado com 30.457 votos, ficando atrás apenas dos eleitos Ataide Teruel (Podemos) e Emidio de Souza (PT). O tucano ficou na frente de políticos como o ex-prefeito e deputado federal Francisco Rossi (PR) e do ex-vereador por cinco mandatos Claudio Piteri (PPS). “A nossa campanha não enganou ninguém tivemos transparência, lealdade, trabalhamos com a verdade. Deus acabou nos abençoando. ”
Lindoso disse que não contou com recursos de fundo partidário. “Eu usei recursos próprios, eu tinha uma aplicação e usei ela. Foi uma campanha de pouco recurso, foi mais sola de sapato e olho no olho. ”
Antes da eleição muitos candidatos brigavam pelo eleitorado deixado por Celso Giglio, Lindoso disse que parte foi para ele. “Eu estava caminhando com o Celso, apoiei ele em 2014, pelo fato de termos andado juntos, por ele ser médico e eu também, eu achei que as pessoas associaram isso. ”
Com relação ao futuro, Lindoso tem objetivos grandes na política. “Todo mundo quer crescer na política, isso não quer dizer que seja agora em 2020, 2022 ou 2024. Não vou passar por cima de nada. Um passo de cada vez. O meu sonho é lutar pela cidade de Osasco, quero uma cidade melhor para todos.”
Para o segundo turno, Lindoso já tem seus candidatos. “Vou apoiar Dória e Bolsonaro. ”
O tucano saiu decepcionado com o seu partido, o PSDB, durante as eleições. “O partido estava dividido, rachado. Algumas pessoas estavam fazendo campanha para a deputada federal Renata Abreu (O PSDB tinha dois candidatos a deputados federais Didi e De Paula). Eu não consigo entender como pessoas filiadas ao partido acabaram apoiando e vestindo a camisa de outros candidatos. Isso para mim é infidelidade partidária. Se não quer participar da agremiação, peça para sair. Não existe união no PSDB de Osasco. Eu falo isso como muita tristeza”, finalizou Lindoso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here