UBS do Rochdale pode se tornar Pronto-Socorro

Lins esteve nao local das obras da UBS do Jardim Rochdale, as obras dependem de recursos federais

O prefeito rogério Lins disse que estuda, junto ao corpo técnico da Secretaria de Habitação e Desenvolvimento Urbano (Sehdu) a transformação da unidade em Pronto-Socorro.


Lins esteve nao local das obras da UBS do Jardim Rochdale, as obras dependem de recursos federais

llO prefeito de Osasco, Rogério Lins, vistoriou o andamento das obras da Unidade Básica de Saúde (UBS) do Jardim Rochdale, na zona Norte de Osasco, na terça-feira, 26.
A obra integra um amplo projeto de urbanização do Jardim Rochdale e conta com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC2) do governo federal. Assim que concluída beneficiará cerca de 10 mil famílias dos bairros Jardim Canaã, Aliança, Terra Nossa, Piratininga e o próprio Rochdale.
O prefeito Rogério Lins conversou com moradores e comerciantes locais explicando o projeto e os benefícios da intervenção.
Lins comentou que estuda, junto ao corpo técnico da Secretaria de Habitação e Desenvolvimento Urbano (Sehdu) e engenheiros responsáveis pelo projeto, transformar a unidade em Pronto-Socorro. A transformação ainda está em análise.
A transformação em pronto-socorro facilitará o acesso da população aos serviços de saúde. Além disso, a Prefeitura pretende disponibilizar na unidade o atendimento psiquiátrico, que será o primeiro da zona Norte e o segundo no município.
A UBS está sendo construída na Rua Israel, mais conhecida como antiga Viela 28, e ocupa uma área de 1.400 metros quadrados. Para que tivesse início foi necessário a remoção de 21 famílias, que viviam em situação precária. Elas foram transferidas para moradias populares, construídas no mesmo bairro.
Santana Maria, moradora do bairro há 23 anos, contou que a construção de uma Unidade Básica de Saúde no Rochdale é um sonho para todos. “Para nós, que moramos no bairro faz muito tempo, essa UBS é um sonho. Agradeço ao prefeito e toda sua equipe que estão viabilizando esta grande obra”, disse Santana.
As obras seguem em ritmo acelerado, mas dependem do repasse dos recursos federais para a conclusão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here