Uma nada forçada televisão

Como eu gosto de falar, somente o canal 5 está transmitindo a Copa do Mundo. Os outros canais têm que inventar. Já disse, o SBT deveria passar especial do Chaves. Agora, outro dia teve um crime que repercutiu, o caso virou a “Copa do Mundo” da Band e da Record.
Aproveitando…
Vi muito humor estilo quinta série na internet nos últimos dias. Principalmente envolvendo a Copa do Mundo e torcedores que estão na Europa. Alguns não gostam. Outros (são os piores) adoram, mas fingem não gostar porque tem que agradar aquela turma do politicamente correto. Gente que não tem moral e quer dar lição de moral.
Danilo Gentili e a turma do Pânico são os que fazem um ótimo humor quinta série. Quero mais e mais. E nunca vou ser hipócrita.
Falando na Record…
Leio na manchete que o William Bonner revelou seu time de coração. Mas quem não sabia? Mundo estranho esse.
E faz tempo que não falo, mas não custa lembrar.
Que o ótimo José Mayer volte logo para o mundo das novelas.
Sabe que eu não resisto. Sempre bom assistir “Bicho do Mato”, Record, durante jogos da Copa do Mundo. Um salve para o inventor do controle remoto.
Lembrei de algo. Estes dias li em algum lugar que “As Aventuras de Poliana” vai terminar em 2020. HAHA. Minha mãe quase caiu para trás.
Falando mais de novela…
Vem aí mais uma novela das sete da noite, “Verão 90 Graus”, Globo. Parece ser uma trama com humor e com cara de novela das sete do passado. Espero que seja boa mesmo. Já estou ansioso. E não precisa de muito para ser melhor do que “Deus Salve o Rei”.
Vi ontem que quase amputaram o “Show do Esporte” da Band. Acabaram com participação de cantores, plateia e focaram muito mais no debate. Exageraram no antes e no depois deste programa. Poderia deixar o Milton Neves no comando de tudo. Ele seria o seu próprio diretor. Decidiria tudo.
Aproveitando…
A Band poderia produzir um humorístico. Estilo “Zorra Total”, Globo, ou “A Praça é Nossa”, SBT. Acho que renderia. Não é um produto caro e pode ajudar salvar um pouco a emissora.
Falando do futebol…
Torcedor gosta de muita discussão boba. Bobas mesmo. Discutir o cabelo do jogador, por exemplo. E a imprensa tem muita culpa nisso. Jornalista adora um papo sem sentido.
Nada contra, mas ver artista (atores principalmente) comentando futebol… Jesus! É muito para minha cabeça.
E só para lembrar, sou repórter esportivo, mas minha vida não muda com seleção brasileira vencendo ou perdendo.
Para fechar…
Também acho super bobo quando um repórter dá  uma notícia e no final faz uma graça mostrando que está torcendo para este ou aquele. Tudo muito forçado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here