Correio Paulista

Fim de papo do Ska Santana de Parnaíba na 2ª Divisão: agora é projetar 2021 e com estádio próprio

Termina a aventura do Ska Santana de Parnaíba na 2ª Divisão do Campeonato Paulista. Sábado passado iniciou o mata-mata das oitavas de final contra o Manthiqueira e engoliu 3 a 1 em casa, estádio do Rochdale; anteontem e pagando a volta em Guaratinguetá, amargou o mesmo placar.

Eliminado da Segundona, a equipe do penta Edmílson se recolhe para o luxuoso centro de treinamento em Santana de Parnaíba para projetar a temporada 2021. A participação de agora foi tipo piloto para o clube que é bem recente no futebol profissional. Então, para o ano que vem a expectativa é que o Ska entre em campo com formação mais competitiva – jogadores com tarimba, além da qualidade técnica.

E por falar em campo, eis outra situação que o penta Edmílson grifa para o ano que vem – estádio próprio. A prefeitura está empenhada na obra e a promessa é que a cidade seja o reduto do clube na próxima Segundona – capacidade para 7 mil espectadores. Lembrando, por falta de campo os jogos foram mandados no Rochdalão de Osasco.

A rodada do meio de semana definiu a terceira fase do campeonato e a Federação Paulista de Futebol detalha os jogos de ida das quartas de final neste sabadão: São José x Rio Branco, Bandeirante x Osvaldo Cruz, Grêmio Prudente x Mauá e Manthiqueira x Itararé.

De volta ao caçula Ska do penta, disputou a primeira fase formando no Grupo 7 e se classificou em terceiro lugar com 13 pontos – quatro vitórias, um empate e três derrotas, 13 gols contra 10; nas oitavas, recebeu o Manthiqueira no último dia 21 e tomou de 3 a 1; na quarta seguinte, 25, partida de volta em Guaratinguetá e para os mesmos 3 a 1.

Sair da versão mobile