Correio Paulista

Helena Custodio, Blogueira de Osasco, quer empoderar mulheres acima do peso

Muitos de nós, às vezes nos sentimos  invisíveis em algum momento da vida, um “Estranho no ninho” como se não fizesse parte dali, podendo ser na família , na escola, universidade, no trabalho, em uma festa, outro Estado ou país.

A invisibilidade como esta, são pessoas invisíveis pela sociedade, ou pela indiferença, ou pelo nosso preconceito. Essa invisibilidade, a qual estou falando é a que pessoas acima do peso como eu passam… sabemos que boa parte  da sociedade  nos interpreta de maneira negativa, fora dos padrões de beleza.

Trabalho com mulheres plus size (gordinhas) há treze anos, palestras, desfiles e eventos,  minha missão é empoderar pessoas que se sentem invisíveis e excluídas pelo preconceito. 

Como blogueira (digital influencer) recebo muitas mensagens de seguidoras que me pedem ajuda por elas serem humilhadas na família, trabalho, muitas vezes são hostilizadas e ridicularizadas na  rede social, muitas dessas críticas disfarçadas de falsa preocupação com a nossa saúde.   

Consigo ajudá-las, com textos, palestras, lives, fazendo sessões fotográficas, e desfiles.  Sei compreendê-las e saber o que sentem,  já deixei de ser feliz e aproveitar a vida por estar acima do peso, no dia que ouvi uma frase e coloquei em prática, tudo mudou.

“O sol nasceu para todos porque eu tenho que me esconder nas sombras?” 

Cuido da minha saúde, faço exames periodicamente e tenho uma saúde maravilhosa graças a Deus! Sou linda, sexy, saudável  e gorda. Chega de neuras! Vamos lutar juntas,  excluindo  essa ideia de “corpo ideal”. Na minha concepção corpo ideal é um corpo saudável de uma pessoa feliz.

Você é feliz? Tem saúde?   

PARABÉNS, SEU CORPO É IDEAL!  

Não faço apologia a obesidade, de forma alguma,  faço apologia a felicidade, independente de cada biotipo, isso nada impede que você queira emagrecer, mas não deixe de viver os melhores momentos da sua vida hoje por conta dos seus quilinhos a mais, escolha o que é melhor para você, o importante é estar bem consigo mesma, não se apegue a comentários preconceituosos que só sabem te colocar pra baixo. 

O seu padrão de beleza é indefinido. Quem decide como ele vai ser, é você!

Mas quero que cada mulher que se sente invisível possa se sentir abraçada, que todas entendam que não estão sozinhas e que o amor próprio nunca pode deixar de ser cultivado.

Sair da versão mobile