Osasco e região entram nesta segunda, 25, na fase laranja com muitas restrições. Veja quais

Capa Cidades

fase vermelha da quarentena, que permite o funcionamento apenas de serviços essenciais, passa a valer das 20h às 6h em dias úteis a partir desta segunda-feira (25) em todas as regiões do estado de São Paulo.

As regras da fase vermelha também vão valer aos sábados, domingos e feriados, durante todo o dia. As restrições à noite e durante os finais de semana valem até, pelo menos, 8 de fevereiro.

Segundo o plano, durante a fase vermelha, podem operar apenas serviços essenciais, como supermercados, padarias e farmácias (veja a lista completa abaixo). O atendimento presencial em lojas, restaurantes e lanchonetes fica proibido, mas serviços de delivery podem funcionar normalmente.

O que muda:

Shoppings centers e galerias

Fase amarela: Capacidade de 40%; funcionamento em no máximo 12 horas por dia, encerrando até 22h

Fase laranja: Capacidade de 40%; funcionamento em no máximo 8 horas por dia, encerrando até 20h

Fase vermelha: Devem permanecer fechados.

Comércio não-essencial

Fase amarela: Capacidade de 40%; funcionamento em no máximo 12 horas, encerrando até 22h

Fase laranja: Capacidade de 40%; funcionamento em no máximo 8 horas por dia, encerrando até 20h

Fase vermelha: Devem permanecer fechados.

Lojas de conveniência

Não muda. Venda de bebidas alcoólicas permitidas apenas entre 6h e 20h em todas as três fases.

Serviços

Fase amarela: Capacidade de 40%; funcionamento em no máximo 10 horas, encerrando até 20h

Fase laranja: Capacidade de 40%; funcionamento em no máximo 8 horas por dia, encerrando até 20h

Fase vermelha: Devem permanecer fechados.

Restaurantes

Fase amarela: Capacidade de 40%; funcionamento por no máximo 10 horas, encerrando até 22h; atendimento apenas de clientes sentados; venda de bebidas alcoólicas até 20h

Fase laranja: Capacidade de 40%; funcionamento por no máximo 8 horas por dia, encerrando até 20h

Fase Vermelha: Devem permanecer fechados.

Bares

Fase amarela: Capacidade de 40%; funcionamento por no máximo 10 horas, encerrando até 20h; atendimento apenas de clientes sentados; venda de bebidas alcoólicas até 20h

Fase laranja: Devem permanecer fechados.

Fase vermelha: Devem permanecer fechados.

Salões de beleza e barbearias

Fase amarela: Capacidade de 40%; funcionamento por no máximo 10 horas

Fase laranja: Capacidade de 40%; funcionamento por no máximo 8 horas por dia, encerrando até 20h

Fase vermelha: Devem permanecer fechados.

Academias de ginástica

Fase amarela: Capacidade de 40%; funcionamento por no máximo 10 horas, encerrando até 22h; agendamento prévio e hora marcada; aulas e práticas individuais.

Fase laranja: Capacidade de 40%; funcionamento por no máximo 8 horas por dia, encerrando até 20h; agendamento prévio e hora marcada; aulas e práticas individuais.

Fase vermelha: Devem permanecer fechados.

Eventos e atividades culturais

Fase amarela: Capacidade de 40%; funcionamento por no máximo 10 horas, encerrando até 22h; controle de acesso, hora marcada e assentos marcados; assentos e filas com distanciamento mínimo; sem público em pé.

Fase laranja: Capacidade de 40%; funcionamento por no máximo 8 horas, encerrando até 20h; controle de acesso, hora marcada e assentos marcados; assentos e filas com distanciamento mínimo; sem público em pé.

Fase vermelha: Devem permanecer fechados.

O que pode funcionar à noite e aos finais de semana?

 

O governo de São Paulo determinou que todas as regiões do estado devem seguir as regras da fase vermelha da quarentena aos finais de semana, feriados e das 20h às 6h nos dias úteis.

Na capital, inicialmente o governo havia informado que esta segunda-feira (25), por ser feriado do aniversário da cidade, obedeceria às restrições de fase vermelha – ou seja, a mesma regra do fim de semana. No entanto, depois foi informado que, na segunda, as restrições de fase vermelha vão valer só a partir de 20h, como nos demais municípios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.