Avião carregado de ouro que teria como destino Osasco é interceptado pela Polícia

Capa Cidades

Fonte: RD News

Um avião carregado com 65 kg de ouro em barra foi interceptado pela Polícia Militar no aeroporto de Água Boa (741 km de Cuiabá). Três pessoas foram presas, sendo o piloto Luiz Carlos Kerdy de Moraes, 54, o co-piloto Vitor Hugo Pereira Alves, 22, e o segurança Edson Joventino da Rocha, de 46 anos, que portava uma pistola Glock calibre 380. A apreensão ocorreu durante operação conjunta do 1º Comando Regional da PM de Água Boa com o Gefron.

O ouro e os três detidos foram encaminhados para Polícia Federal (PF), de Barra do Garças ( a 500 km da Capital) por se tratar de um crime de usurpação de bens da União, segundo informou o tenente-coronel Gyancarlo, que estava à frente da operação, em entrevista ao RD News .

“Como eles estavam transportando 20 kg de ouro sem nota, os encaminhamos para a Polícia Federal em Barra do Garças, onde foram presos e lavrado o flagrante. O avião havia saído com a carga do Estado do Pará e iria até a cidade de Osasco”, explicou.

Ainda conforme o coronel, a abordagem aconteceu quando a equipe do Comando Regional e do Gefron se depararam com a aeronave sendo abastecida no aeroporto de Água Boa.

Inicialmente, conforme o boletim de ocorrência os suspeitos alegaram estar carregando material para uma empresa, porém os militares ainda desconfiados realizaram buscas do interior da aeronave e localizaram malotes com ouro.

No entanto, foram encontradas inconsistências entre a quantidade de ouro na aeronave e o montante registrado em nota fiscal. Os policiais acabaram localizando o total de 65,96 kg do metal precioso, porém havia nota para apenas 45,63 quilos. Os suspeitos foram encaminhados a PF, sem algemas.

2 thoughts on “Avião carregado de ouro que teria como destino Osasco é interceptado pela Polícia

  1. Eu trabalhei em compras de ouro como contador em 1990 e naquela época já havia evasão de ouro em grandes quantidades e bem antes era pior. De 1990 até a entrada do Collo de Mello quando deu uma arrancada não por conta de fiscalização, mas por conta da moeda que estabilizou com o dólar em um pra um e deu uma parada. Resumindo, a quantidade de ouro que saiu do Pará sem nota se fosse asfalto, dava pra pavimentar a Santarém Cuiabá de ponta a ponta. Era um absurdo o que se mandava de ouro. Hoje quando pegam 70 kg nem imaginam o quanto mandaram antes. Só não mandavam mais quando entraram as dtvm e a caixa comprava uma parte. É isso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *