Barueri conquista o Paulista Feminino de Vôlei

Depois de 14 títulos do Campeonato Paulista Feminino de Vôlei Feminino e participando da nona decisão em sequência, o Osasco Audax era apontado como o favorito a mais um título. O seu adversário São Paulo/ Barueri que já havia mostrado força, ao eliminar o então invicto Bauru nas semifinais, no jogo de ida da grande decisão em sua casa no José Correa, em Barueri, fez 3 a 0 no Osasco Audax e na sexta-feira, 8, depois de estar perdendo por 2 a 0 no Ginásio José Liberatti, em Osasco, calou a mais fanática e entusiasta torcida do vôlei de nosso pais, e levantou a inédita taça com vitória de 3 a 2. Barueri escreve seu nome na história do vôlei paulista com a conquista do seu primeiro campeonato paulista.

 

O jogo

A partida começou nervosa, como seria de se esperar. Para Osasco, só ficou mais tranquila quando Mara bloqueou Lorenne e abriu 21 a 19. Mais experiente, o time de Luizomar de Moura soube segurar os nervos no final da parcial e fechou em 25 a 22 em ataque de Casanova.

A derrota na parcial anterior pareceu abalar o Barueri. Com Roberta bem no jogo, o Osasco crescia cada vez mais. Em rede de Tainara, a equipe da casa abriu 11 a 6. Na sequência, a própria Tainara atacou para fora. Depois, Jaqueline fez um ace e abriu sete pontos de vantagem (13 a 6). Em ataque de Bjelica após longo rally, o Osasco fez 17 a 7. O Barueri reagiu e diminuiu para 17 a 11. Mas não foi o suficiente. Em ataque para fora de Maira, o placar fechou em 25 a 20.

O terceiro set começou muito disputado, com vários rallys e várias boas defesas. O São Paulo conseguiu abrir quatro pontos em um bom saque de Juma em cima de Jaqueline (10 a 6). Vantagem que só aumentou nos tocos de Mayany em cima de Bjelica e Vanessa e em mais um ace de Juma (13 a 6). O Osasco reagiu e, em bloqueio de Mara em Mayany, diminuiu para 3 a diferença (14 a 11). Em mais um bloqueio de Mara e outro de Jaqueline, o placar ficou igual: 16 a 16. Jaqueline e Lorenne carregavam seus times. Só que a oposta do São Paulo foi mais eficiente. Virou uma sequência de ataques, enquanto Jaqueline acabou bloqueada no último ponto da parcial: 26 a 24.

O São Paulo veio com tudo para o quarto set. Em dois aces de Maira em cima de Vanessa, a equipe do técnico Zé Roberto Guimarães abriu três pontos (9 a 6). Lais parou Casanova e aumentou a vantagem para 12 a 7. O bloqueio do Barueri estava em dia. Juma, no simples, parou Jaqueline (16 a 9). Em bloqueio de Mara em Lorenne, Osasco diminuiu para dois a diferença (21 a 19). Mas a oposta do Barueri estava inspirada e foi dela o ponto final da parcial (25 a 22).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here