Carreta da Mamografia atende mulheres em Barueri até o dia 20

O câncer de mama é o mais comum entre mulheres no Brasil e no mundo. Por aqui, responde por 28% dos casos novos a cada ano. Para 2018, o Instituto Nacional do Câncer (Inca) estima o surgimento de 60 mil registros. Para o câncer de cólon, a estimativa é de 36 mil novos casos. No Brasil, o câncer de mama representa a principal causa de morte por neoplasias malignas em mulheres.

A falta de agilidade, não só no tratamento, mas também no diagnóstico, faz com que muitas mulheres ainda sofram muito em todas as filas que encontram até terem seus problemas resolvidos, e infelizmente, muitas vezes é tarde.

Algumas ações, contudo, têm contribuído para diminuir as curvas de mortalidade nas regiões Sul e Sudeste, onde há uma maior adesão populacional às políticas de rastreamento, bem como a disponibilidade de mais recursos em todas as especialidades envolvidas para o diagnóstico e tratamento da doença. Porém, em outras regiões, os índices de mortalidade ainda são elevados em consequência de um diagnóstico tardio.

Na região de Barueri, a população feminina pode contar com o apoio do deputado estadual Gil Lancaster (PSB) para cuidar de sua saúde. Pelo terceiro ano consecutivo, Gil Lancaster obteve resposta positiva ao seu pedido feito ao governador Márcio França para que a Carreta da Mamografia, do programa Mulheres de Peito, esteja no município atendendo às mulheres da região.

Essa medida é importante, pois, a doença não apresenta sintomas em sua fase inicial, por isso é tão difícil detectá-la precocemente. Vale lembrar que quanto antes o câncer é identificado, mais altas são as taxas de sucesso no tratamento.

Para a prevenção, é necessário que as mulheres pratiquem o autoexame e, entre os 50 e 69 anos, façam a mamografia a cada dois anos, segundo a recomendação do Inca e do Ministério da Saúde. Entidades como a Sociedade Brasileira de Mastologia, contudo, recomendam o exame de mamografia seja feito em mulheres a partir de 40 anos e com periodicidade anual.

“A estratégia combinada de diagnóstico precoce, melhores técnicas de cirurgia e novas drogas leva a melhores resultados na luta contra o câncer de mama. Neste sentido, o rastreio mamográfico tem contribuído significativamente para detectar o câncer em uma fase precoce o que tem um enorme impacto positivo na sobrevida da paciente. É por isso que ações como estas são tão importantes para assegurar a saúde e qualidade de vida da mulher”, comenta Gil Lancaster.

Quanto mais cedo detectar o tumor, maiores as chances de se obter a cura. Na etapa inicial da doença, a probabilidade de cura é de 95%.

O Mulheres de Peito é um projeto da Secretaria estadual da Saúde que promove a prevenção do câncer de mama ao realizar o diagnóstico precoce, tratar a lesão e reabilitar as pacientes.

SERVIÇO:
Carreta da Mamografia em Barueri e Região
Endereço: Igreja Batista Memorial de Alphaville

Av. Tamboré, nº 1511 – Barueri/SP

Quando: de 04/09 a 20/09
Atendimento: Segunda a sexta: das 9h às 17h;
Sábado, dia 15, das 9h às 12h
Mulheres: Acima de 50 anos, apenas RG e Cartão SUS.
Entre 35 a 49 anos: devem estar munidas de pedido médico, cartão SUS e RG

AS VAGAS SÃO LIMITADAS DIARIAMENTE, para garantir o bom atendimento dos presentes. As mulheres serão atendidas por ordem de chegada.

Contato para informações: (11) 94174-4585 e (11) 95055-5442 – De segunda-feira a sexta-feira das 9h às 20h

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here