OS que administra Hospital e UPA Centro faz balanço do atendimento

Cidades

Na manhã da terça-feira, 17, representando a Organização Social (OS) Instituto Social Saúde Resgate à Viva (ISSRV), o consultor médico da entidade, Ewandro Ruck prestou contas dos serviços executados pela Organização Social (OS) no município, por meio da gestão do Hospital Municipal Antônio Giglio (HMAG)e da UPA Centro. Dr. Ewandro relatou a necessidade de reforma, dizendo que o local carece, há anos, de uma readequação expressiva e que o ISSRV apontou ao secretário de Saúde José Carlos Vido, a necessidade de reformas que devem contemplar 25 itens. O secretário está avaliando o custo para poder desenvolver as obras necessárias. Ruck falou ainda sobre a mudança da Ortopedia, que funcionava na UPA e voltou para o Hospital e a mudança do fluxo do atendimento secundário, abrindo as portas para os prontos-socorros da cidade (que eram fechadas por iniciativa da gestão anterior). “Não que tenhamos resolvido em cem por cento este problema no município, porque o HMAG realmente não comporta receber todos os pacientes de Osasco. A cidade precisaria de, ao menos, mais 200 leitos para ter um atendimento tranquilo, mas hoje os Prontos-socorros pedem vaga aqui e os caso são triados pelo Núcleo Interno de Regulação, que tem médico responsável 24 horas. Ele avalia a liberação da vaga ou a possibilidade de tratamento no PS, sem prejuízo ao paciente, disse, salientando que hoje, em razão de medida tomada em conjunto com a secretaria, ficou estabelecida uma rede de atendimento, antes inexistente. “Nunca participei em Osasco de uma interação da rede tão grande e eficiente como estamos tendo agora. Temos um fluxo mais rápido para o paciente, por meio do diálogo e da interação “, avaliou.
Presente ao evento, José Carlos Vido falou aos presentes e elogiou a gestão do ISSRV frente ao HMAG. “Na gestão da antiga OS, parecia que o Hospital era um prédio que a prefeitura havia alugado para uma instituição fazer nele o que bem quisesse, e nós mudamos isso… tecnicamente integramos o Hospital à rede.. Hoje estamos próximos do que consideramos perfeito. “, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *