“Se for eleito, quero fazer o melhor mandato da minha vida”, diz Rossi

Eleições 2018

O ex-prefeito de Osasco Francisco Rossi vai tentar pela primeira vez em seus 46 anos de vida política, uma vaga na assembleia legislativa. o candidato quer que saia do papel a segunda alça de acesso da rodovia Castello Branco e que o hospital regional trabalhe de portas abertas


 

O candidato a deputado estadual pelo PR Francisco Rossi está na vida pública há 46 anos. Ele disse que a campanha de 2018 está bem diferente das demais. Ele que já quase foi eleito governador do Estado de São Paulo, foi para o segundo turno teve sete milhões de votos mas perdeu para o seu oponente na época, Mário Covas, foi também secretário de Estado, deputado federal por três vezes, prefeito de Osasco por duas vezes, agora tentará pela primeira vez uma cadeira na Assembleia Legislativa. Rossi está muito satisfeito com sua campanha, ele fez 18 comícios e está se sentido lisonjeado com a receptividade dos eleitores nas ruas. “Eu nunca fiz uma campanha com uma receptividade tão grande como a deste ano. O carinho das pessoas comigo é muito grande. Fui vítima de uma perseguição política na última eleição para deputado (2014) que me impediu de disputar o pleito. Mas agora o povo abraçou a minha campanha. Estou fazendo uma campanha olho no olho. Se for eleito, quero fazer o melhor mandato da minha vida. Não quero ser mais um deputado estadual, quero ser o deputado. A grande obra que eu construi na cidade foi no coração das pessoas, é muito gratificante isso.”
Rossi diz que sua experiência no meio político faz a diferença. “Os políticos mais antigos brigam mais pelo povo, eu como deputado federal consegui trazer a policlínica para Osasco junto ao presidente da República, na época, o João Figueiredo. Briguei pelo viaduto que liga o bairro de Presidente Altino em Osasco ao Jaguaré em São Paulo. Foi o presidente Médici que inaugurou aquela obra com a minha ajuda. Eu sei como fazer, não vou perder nenhum dia, se eleito. A nossa representatividade na Assembleia significa o acréscimo de recurso à cidade e aumento da eficiência de serviços também para toda a região oeste.”
O ex-prefeito optou nesta eleição em fazer apenas uma dobrada com o deputado federal Mota, que é presidente da Federação dos Comerciários (Fercomerciário). “Ele é um grande amigo, sujeito de caráter, ele vai se eleger e vai nos ajudar muito em Brasília. E também vai ajudar a nossa região”
O candidato disse que vai reivindicar melhorias no Hospital Regional. “Se eleito, quero o hospital volte a ficar de portas abertas à população. Hoje não temos deputados que reivindiquem isso. O nosso hospital municipal ficou sobrecarregado por este motivo. Quero também um aporte maior de recursos para a saúde da região.”
O ex-prefeito criticou a obra do segundo acesso à Osasco pela Rodovia Castello Branco e disse que como deputado estadual vai ficar em cima desta construção. “Esse projeto está a passo de tartaruga. Eu vou brigar muito para que essa obra saia do papel.”
Atualmente, vários candidatos lutam pelos eleitores do saudoso Celso Gilglio, Francisco Rossi acredita que boa parte do eleitorado do ex-tucano dicará com ele. “Quem elegeu o Celso fui eu, com o meu apoio. O eleitor do Celso vê na minha candidatura algo bom para ele. Quem sempre votou no Celso, era meu eleitor.” Ele também cobrará um trabalho mais efetivo do prefeito Rogério Lins. “Ele está deixando muito a desejar. A cidade não tem uma obra de expressão. Osasco tem um orçamento grande e não tem nada feito na cidade.” Rossi disse que essa eleição pode trazer o medo de volta para o país. “Eu temo que o PT volte a presidir o Brasil. O partido acabou país com tanta roubalheira.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *