Após criticar Jair Bolsonaro, Alexandre Frota é expulso do PSL

O PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, decidiu, por unanimidade, nesta terça-feira (13) expulsar o deputado Alexandre Frota (SP). A decisão foi tomada após reunião da sigla em Brasília e anunciada pelo presidente do PSL, Luciano Bivar.

O pedido de expulsão de Frota, aprovado por nove votos, partiu da deputada Carla Zambelli (PSL-SP), que declarou recentemente ao jornal “O Globo” que a situação do parlamentar no partido era “insustentável”.

A expulsão não acarretará na perda do mandato de Frota, que poderá permanecer como deputado em outra sigla.

Nos últimos dias, Frota passou a criticar publicamente o governo e o presidente, e chegou a declarar que estava decepcionado com Bolsonaro e com a falta de articulação do presidente com os parlamentares.

Em mais de uma ocasião, o parlamentar criticou, por exemplo, a iminente nomeação do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente, para a embaixada do Brasil nos Estados Unidos.

Nos últimos meses, Frota já havia perdido o posto de vice-líder do partido na Câmara e da comissão da reforma tributária, além de ter sido retirado do comando do diretório municipal de Cotia. Os prováveis destinos do congressista agora podem ser o PSDB ou DEM

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here