Carnificina

Colunistas Sem Mordaça

Até ontem quase 350 mil brasileiros morreram vítimas da Covid-19 e entre os que se recuperaram desta terrível doença, muitos estão com sequelas e mais, pela velocidade que está ocorrendo a contaminação, infelizmente milhares ainda morrerão. Para resguardarmos a nós, nossa família e as demais pessoas é necessário o uso de máscara, álcool em gel e evitar aglomerações. E que a vacina chegue o mais rápido possível para todos.

Convocação
Milhares de brasileiros já engrossaram ou vão engrossar a fila dos desempregados. Outros não estão podendo ganhar o pão nosso de cada dia desempenhando o trabalho informal, além das conseqüências do fechamento ou restrições aos comércios e serviços ditos não essenciais e ainda há aqueles que já viviam em condições subumanas. Resultado: a situação é caótica. A fome se alastra pelo país e aí é que aparece o espírito humanitário do brasileiro, dividindo o pão, participando de campanhas. O governo procura ajudar mas não o bastante para atender a todos. Você que tem condições econômicas ou tempo disponível, participe desta corrente em prol da vida.

Queremos água
Mensagem de um leitor ao CP: “Moradores do Jd. Baronesa e vários outros bairros de Osasco, estão sofrendo ao longo dos anos com a interrupção do abastecimento de água no período noturno. A partir das 21 horas o abastecimento é interrompido e retornando por volta das 4 horas. Moradores já realizaram várias denúncias à companhia e não obtém uma justificativa concreta para esse ocorrido. Os atendentes simplesmente alegam que nesse período eles reduzem a pressão da água, outros que se trata de manutenção do sistema. Fato é que nesse período não há uma gota d’água nas torneiras. O problema fica mais sério, principalmente nesse período de Pandemia, onde a água se torna um produto essencial no combate ao Covid-19 e nada justifica esse desabastecimento”.

É justo
Na última terça-feira os vereadores de Santana de Parnaíba aprovaram Projeto de Lei do executivo, que passa a remunerar a jornada de trabalho dos profissionais da saúde do município que atuam no enfrentamento da Covid-19. No período de enfrentamento desta pandemia, o pagamento da hora extraordinária será acrescida de 50% de uma hora normal para os dias de semana e aos finais de semana e feriados de 100%

Reflexo
Da pandemia. Desde o ano passado 28 hotéis fecharam definitivamente as atividades na cidade de São Paulo, a mais importante cidade do país. Agora imagine o que ocorre neste setor comercial nas demais cidades brasileiras. O último a encerrar as atividades em São Paulo foi o Hotel Matsubara, no Paraíso, com 160 quartos. Em Osasco o primeiro a paralisar as atividades, segundo dizem por um determinado período, foi o Ramada Hotel localizada na esquina da Rui Barbosa com a Avenida dos Autonomistas. A coisa tá feia…

Soberba
Para muitas pessoas só há um caminho para ser ouvido por um político, por algum detentor de um cargo público ou até mesmo por um “aspone”, meter a boca no trombone, denunciar algum fato ou chutar como se diz, o pau da barraca. O cidadão humilde na maioria das vezes não é ouvido e nem atendido pois não representa nenhuma ameaça a quem tem o poder. Mas nada é para sempre, a roda gira….

Resgatar
Mais uma vez recebemos reclamações de frequentadores da Feira Noturna da Fito realizada às quartas-feiras. São poucas as barracas e que não atendem as necessidades de compras dos munícipes, não há concorrência de preços e qualidades dos produtos ofertados e além disso, as pessoas sentem falta de algumas barracas, entre as quais, de bananas, ovos, cebola, alho, batata, etc. Com um número maior de barracas, diversidade de ofertas e divulgação a Feira Noturna da Fito será um sucesso como o fora nos primeiros meses de sua implantação.

Outro lado da crise
Um comércio que está em franco desenvolvimento no Brasil é o de farmácias. Somente em Osasco você observa a abertura de novas unidades, principalmente as de uma grande e conhecida rede, com prédios modernos, bem localizados e com amplo estacionamento. Quanto mais pobreza, mais doentes, mais necessidade de remédios e mais farmácias…

Aviso
Aos clientes, amigos e leitores. A redação do jornal Correio Paulista, veículo que está completando em 2021 três décadas de existência, está em novo endereço, à Rua Machado de Assis, 526, centro de Osasco. Informações 3681.0914, site correiopaulista.com e emails: comercial@correiopaulista.com, jornal@correiopaulista.com e arte@correiopaulista.com.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *