“Don Juan” peruano, que aplicou golpe em Barueri, é preso em Jundiaí

Capa Cidades

Fonte: TV TEM

O peruano WilFredo Manuel Beltran Ramirez, de 67 anos, preso suspeito de extorquir mulheres viúvas é investigado pela Polícia Civil por ter aplicado o “golpe do Don Juan” em pelo menos três países da América Latina.

De acordo com a Polícia Civil, ele se casou cinco vezes no Peru e quatro mulheres brasileiras o reconheceram no Brasil. WilFredo foi preso na segunda-feira (3), em Jundiaí (SP), após dar um golpe em uma mulher de 63 anos que havia conhecido por um aplicativo de relacionamentos na internet.

Nos sites de relacionamento do Peru e da Colômbia, Wilfredo se identifica como Willy. Na Colômbia, o suspeito acumula cinco golpes, todos com envolvimento de casos amorosos.

A polícia ainda levantou a ficha criminal dele no país onde nasceu. As informações indicam que o homem tem uma passagem por furto de carteira e a movimentação na Imigração chamou a atenção da polícia.

No Brasil, Wilfredo é Manolo ou Manoelito. Nos sites de relacionamento, ele destaca que é de carter, procura uma relação séria e tem bom nível social. Além disso, apresenta uma seleção de fotos que servem de isca.

Até agora, o suspeito foi reconhecido por quatro vítimas no Brasil. As mulheres são de Itatiba, São Paulo, Barueri e Praia Grande (SP). Todas têm o mesmo perfil: são viúvas e de alto padrão social.

Mas este número pode aumentar. O delegado responsável pelo caso recebeu ligações de outros policiais da capital que estavam atrás de Wilfredo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *