Estação de Carapicuíba passa a atender mulheres vítimas de assédio

Capa Cidades

No mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, a CPTM lança na próxima segunda-feira (09/03) um programa inédito e permanente de rede de proteção para as passageiras e colaboradoras da Companhia, chamado “Em Movimento por Elas”.Em oito estações serão inaugurados espaços para atendimento exclusivo de passageiras que tenham sofrido qualquer tipo de importunação sexual nas estações e trens, denominados de “Espaço Acolher”. Além disso, uma nova pesquisa será realizada durante a próxima semana com o público feminino da Companhia com o seguinte questionamento: sofreu importunação sexual no transporte público? Se sim, onde e se houve denúncia.  O resultado ajudará em novas campanhas de conscientização contra o assédio sexual. Entre os dias 9 e 13, também serão realizadas ações de cultura, saúde e beleza.  

“O papel das mulheres na CPTM é muito importante, tanto passageiras como colaboradoras, considerando que mais de 200 possuem cargo de chefia na empresa. A criação de um programa permanente para elas vem de encontro com as mudanças e o protagonismo das mulheres no mercado de trabalho e na sociedade, que são muito bem-vindas”, afirma o presidente da CPTM, Pedro Moro. 

Espaço Acolher”

O objetivo do espaço, que funcionará durante todo o período comercial, é oferecer mais acolhimento, privacidade e evitar constrangimento para as vítimas e testemunhas. Será implantado inicialmente nas seguintes estações:
09/03 – Estação Tamanduateí (10-Turquesa) 

11/03 – Estação Pinheiros (9-Esmeralda) 

12/03 – Estação Guaianases (11-Coral), Dom Bosco (11-Coral) e Tatuapé (11-Coral, 12-Safira e 13-Jade)  

13/03 – Estação Carapicuíba (8-Diamante), Palmeiras-Barra Funda (7-Rubi e 8-Diamante) e Franco da Rocha (7-Rubi)   

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *